Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Odebrecht Rodovias

01.07.19

As próximas rotas do Farallon no Brasil

A aquisição da Rota das Bandeiras junto à Odebrecht Rodovias foi apenas o cartão de visitas do Farallon em infraestrutura no Brasil. A gestora, que administra mais de US$ 25 bilhões, planeja investir também no transporte ferroviário. A Ferrogrão é um negócio visto com bons olhos pelos norte-americanos. A gestora vislumbra um retorno mais rápido do que o habitual devido à possibilidade de associação com grandes players do agribusiness, como Louis Dreyfus, Cargill e Amaggi, que trariam a reboque a garantia de carga para a ferrovia. Em tempo: no quesito interlocução com o governo, poucos investidores estão tão bem posicionados quanto o Farallon. O nº 1 da empresa no Brasil, Daniel Goldberg, mantém linha direta com Paulo Guedes. No fim do ano passado, chegou a ser cogitado para integrar a equipe econômica. É provável que o aposto de ex-secretário de Direito Econômico do governo Lula tenha jogado contra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.01.17

Farallon abre o bolso no Brasil

Informação para desanuviar o ambiente: a norte-americana Farallon tem cerca de US$ 500 milhões para investir em infraestrutura no Brasil. A gestora, comandada na América Latina pelo ex-Morgan Stanley Daniel Goldberg, já comprou ativos em saneamento da Odebrecht Ambiental, além de debêntures da Odebrecht Rodovias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.