Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
26.08.19

Esperando Godot

É grande a tensão entre os bancos credores da OAS. O presidente da empreiteira, Josedir Barreto, tem procurado instituições financeiras para garantir que a companhia sairá da recuperação judicial em um mês. Trata-se do mesmo discurso entoado desde maio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.08.19

Água barrenta

A OAS saiu em busca de um novo comprador para a sua participação na concessão de saneamento de Guarulhos. Até agora, só ouviu “não”, mesmo tendo baixado a pedida para a casa dos R$ 40 milhões. A Aegea, que pagaria cerca de R$ 50 milhões pelo ativo, desistiu na Hora H.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.07.19

Efeito bumerangue

Os credores da OAS estão cada vez mais preocupados com a insistência do presidente da empreiteira, Josedir Barreto, em dizer publicamente que não há risco de falência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.07.19

Bola ou búrica

O chão treme na Embasa. O motivo é a possível nomeação do ex-OAS Claudio Villas Bôas para comandar a empresa de saneamento. Na estatal, corre a informação de que Villas Bôas chegaria como a missão de preparar o terreno para a privatização da Embasa. Bem, se não for ele, será outro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.06.19

60 mil pagantes e uma empreiteira inadimplente

Os movimentos do Grêmio para a compra de sua Arena junto à OAS têm esbarrado nos credores da empreiteira. Santander, Banco do Brasil e Banrisul exigem uma série de garantias para autorizar a operação. A OAS deve aos bancos mais de R$ 150 milhões referentes à construção do estádio. O Grêmio tenta fechar acordo com um grande fundo de investimento que assumiria o passivo. O contrato original prevê que a Arena só passará para o controle do clube em 2032. No entanto, o tricolor gaúcho tenta mandar o acordo para escanteio e assumir a propriedade o quanto antes devido ao esfarelamento financeiro da OAS, em recuperação judicial.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.05.19

Aves de rapina

Os fundos abutre que estão assumindo a participação da OAS na Invepar já apresentaram seu cartão de visitas. Mesmo antes de assentar no bloco de controle, tentam interferir no processo de sucessão de Erik Breyer, que deixou a presidência da holding de concessões recentemente. O mais ouriçado é o Elliot Management.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.03.19

O calvário da OAS está chegando ao fim?

O presidente da OAS, Josedir Barreto, passou os últimos dias em contato direto com os maiores credores da empreiteira. O executivo garantiu a todos que a companhia vai anunciar o fim da sua recuperação judicial até a próxima semana. Trata-se do gatilho que vai disparar a transferência da participação da OAS na Invepar (25%) para os seus credores, por sua vez prevista para 16 de abril. Para Previ, Petros e Funcef, que detêm o restante do controle da holding de concessões públicas, pode ser o fim de um problema ou o início de outro. Uma revoada de fundos abutre, liderada pelo Aurelius, está prestes a aterrissar na Invepar. Consultada, a OAS disse “que vem trabalhando a fim de cumprir todas as etapas necessárias e seguir com seus negócios”. A empresa informou ainda que, “no dia 15 de março, pagou uma parcela de R$ 15,3 milhões da sua dívida”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.10.18

Metrô parado

A transferência da participação da OAS na Invepar para os credores da empreiteira não deve alterar o script traçado por Previ, Petros e Funcef, donos de 75% da empresa. Por ora, a venda do controle da holding de concessões de transporte está congelada. O período eleitoral e a iminência de um novo governo só servem para pressionar o valuation da Invepar, que atua em um setor extremamente regulado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.07.18

Um caminho para a OAS

Há uma lufada de otimismo entre os diretores da OAS. Uma parcela expressiva de credores, entre os quais bondholders, já teria se mostrado favorável ao plano de recuperação judicial.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.04.18

Arco da velha

A Lava Jato investiga um suposto esquema de corrupção referente às obras de construção do Arco Metropolitano do Rio. Mais de uma dezena de empreiteiras e fornecedores teriam participado do “mutirão da propina”. O esquema teria sido revelado na delação de executivos da OAS, uma das companhias que lideraram o projeto. A empreiteira baiana conhece cada cantinho do Arco Metropolitano: não custa lembrar que a empresa fechou um acordo de leniência com o Cade após confessar sua participação em um cartel formado para disputar as diversas licitações do empreendimento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.