fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
06.12.19

Bacia das almas

O fundo árabe Mubadala está tentando empurrar o prédio do antigo Hotel Glória, no Rio, para a canadense Brookfield. Estimase que qualquer projeto hoteleiro ou imobiliário para o imóvel não sairá por menos de R$ 2 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.07.19

O legado de Eike

A Prefeitura do Rio cobra do fundo Mubadala, dono do imóvel do antigo Hotel Glória, que intensifique a segurança no local. Recentemente, teriam sido registradas duas tentativas de invasão por sem-teto. Com as obras paralisadas há seis anos, o edifício tornou-se um elefante branco em ruínas, abandonado no Aterro do Flamengo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.07.19

Linha Amarela

O Mubadala reabriu conversações com os fundos de pensão para comprar o controle da Invepar. Segundo o RR apurou, do trio de ferro Previ, Petros e Funcef, esta última é a principal interessada em se desfazer da sua participação. A fatia de 75% pertencente às fundações está avaliada em algo próximo a R$ 4,5 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.06.19

Alta quilometragem

A gestora norte-americana Farallon e o Mubadala devem entrar juntas no leilão da Centrovias, concessão rodoviária que será relicitada pelo governo paulista neste ano. A mesma dupla acaba de adquirir a Rota das Bandeiras junto à Odebrecht.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.05.19

Herança de Eike

O Mubadala estuda um novo projeto para o antigo Hotel Glória, que combinaria um shopping de luxo, escritórios comerciais e serviços de hotelaria. Trata-se da enésima solução pensada pelo fundo árabe para tentar dar vida ao elefante branco encravado em frente ao Aterro do Flamengo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.11.18

Mubadala nos trilhos

Representantes do Mubadala teriam se reunido com assessores de Jair Bolsonaro manifestando o interesse em investir em concessões de transportes no Brasil. Na mira, notadamente ferrovias. O fundo de Abu Dhabi, não custa lembrar, tentou comprar a Invepar, dona, entre outros negócios, do Metrô no Rio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.10.18

Esbanjando saúde

O fundo Mubadala, que herdou parte dos ativos do antigo Império X, Eike Batista, pretende investir pesado no mercado de saúde no Brasil. Já estaria em negociações para a compra de um hospital em São Paulo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.09.18

Energia aos pedaços

Os acionistas da Queiroz Galvão Energia (QGE) deverão esquartejar a empresa e colocar seus ativos separadamente sobre o balcão. Está longe de ser a solução ideal, mas que remédio… As arrastadas tratativas para a venda integral do controle ao fundo Mubadala estão empacadas na renegociação das dívidas da QGE, superiores a R$ 2 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.09.18

Propaganda enganosa

Quem digita o nome “Eike Batista” no Google depara-se com uma menção ao “Hotel Eike Batista” no canto direito da tela. Curiosamente,  o registro aparece com a configuração de um anúncio publicitário. Antes que alguém pense em um novo empreendimento do Mister X, o resultado remete ao velho Hotel Glória, no Rio, um prédio fantasma transferido ao fundo Mubadala. Que, pelo jeito, não faz questão de reclamar pela propriedade do imóvel no mundo virtual.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.07.18

Dinheiro curto

Ao que tudo indica, ainda não  será desta vez que o Mubadala conseguirá se livrar do Hotel Glória, herdado junto com o espólio de Eike Batista. As conversações do fundo soberano de Abu Dhabi com o empresário italiano Carlo Menichini para a transferência do empreendimento estão devagar, quase parando.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.