fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Motim de Policiais

21.02.20

Motim no Ceará: reação terá impacto nacional

Termômetro

O início da reação do governo federal a motim de policiais no Ceará e articulação com o governador do estado, Camilo Santana – que é do PT – estarão em foco amanhã.

Os desdobramentos terão forte influência na contaminação ou não de outras unidades da federação, bem como na imagem do presidente. A grande questão será: o Palácio do Planalto apoiará – como parece indicar a ala militar do governo – punições duras contra os policiais amotinados, que sirvam como exemplo e contenham movimentos grevistas em outros estados?

O receio é de que qualquer sinal de tibieza – no nível estadual ou nacional – possa servir como estopim para revoltas em outros estados, durante o carnaval.

As reformas e a preocupação do presidente com o crescimento

Assinatura pelo presidente de projeto de reforma administrativa, que será enviada após o carnaval, pode, nos próximos dias, fortalecer o ministro Paulo Guedes, alvo de bombardeio interno recentemente, a depender da avaliação que se faça do teor e alcance da medida.

Ao mesmo tempo, tendem a crescer ilações sobre preocupação do presidente com baixo crescimento em 2020 e possibilidade de investir em medidas que permitam injeção de dinheiro na economia e aumento de gastos públicos. Entrará nessa análise, neste sábado, tanto o recuo no aperto fiscal dos estados, que pode ser proposto pelo ministro Paulo Guedes, quanto o anúncio de viagem de Bolsonaro aos EUA, em março, para tentar trazer a Tesla para o país.

O carnaval de Doria e Witzel

O carnaval pode marcar aproximação entre os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio, Wilson Witzel, dando a largada em projeto para se contraporem ao presidente Bolsonaro. A expectativa é de que agenda conjunta comece pelo turismo e seja delineada, de maneira incipiente, em encontro dos dois nos próximos dias, com repercussão pública.

Retração nos EUA?

O Carnaval trará “pausa” no mercado brasileiro, mas, globalmente, preocupação com possível retração da economia norte-americana, motivada por forte e inesperado recuo da atividade comercial nos EUA em fevereiro (para 49,4 frente a 53,4 em janeiro, segundo a IHS Markit), se somará a cenário negativo do coronavírus, com previsões de amplo impacto sobre o crescimento chinês.

O número mais significativo dos próximos dias – Confiança do Consumidor/Conference Board, que será liberado na segunda-feira –, no entanto, tem projeção positiva, de crescimento para a faixa de 132,0 pontos (diante de 131,6 em janeiro).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.