fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
05.02.21

A cara do Brasil

O Ministério Público Federal já apura denúncias de fura-filas na vacinação contra a Covid-19 em 15 estados. Segundo fonte do MPF, em pelo menos seis deles as investigações envolvem autoridades locais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.01.21

Temperatura alta no MPF

Ao apagar das luzes de 2020, a corregedora-geral do Ministério Público Federal, Elizete Paiva, encaminhou ao Conselho Superior do MPF processo contra o subprocurador Moacir Guimarães. Ele é acusado por uma servidora de assédio moral. Segundo o RR apurou, internamente o subprocurador se diz perseguido pela funcionária. Ligado ao ex-Procurador Geral da República Rodrigo Janot, Guimarães tem uma trajetória recente marcada por fatos controversos. No ano passado, chegou a ser afastado do cargo por suspeita de calúnia e coação a servidores do MPF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O RR apurou que, ao todo, Augusto Aras pretende fechar 70 unidades federais do Ministério Público Federal em todo o país. A medida faz parte de um duro plano de corte de gastos do MPF, conforme o RR antecipou na edição do último dia 8.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.12.20

Violência contra índias na mira do MPF

O Ministério Público Federal vai lançar uma ofensiva com o objetivo de conter o aumento de violência doméstica contra mulheres indígenas. Procuradores farão visitas às principais aldeias do país para investigar denúncias. Segundo o RR apurou, o MPF também cobra da Funai medidas mais duras para combater os casos de agressão dentro de reservas indígenas. O MPF está ainda articulando uma reunião com ONGs e órgãos públicos para Dourados (MS). Não por acaso: a cidade abriga uma das maiores aldeias indígenas do país, com 18 mil habitantes. Só nessa região foram registrados, neste ano, 205 casos de ataque sexual contra mulheres nativas, além de 623 acusações de violência física e psicológica.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

07.12.20

Delação bilateral

O Ministério Público Federal está intermediando um acordo de delação premiada entre Dan Wolf Messer, filho do doleiro Dario Messer, e a Justiça do Paraguai. A fonte do RR é um dos procuradores que atuam no caso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O Ministério Público Federal, segundo o RR apurou, deverá montar uma espécie de força-tarefa para acompanhar a montagem de todo o processo da campanha de vacinação contra a Covid-19, a cargo do Ministério da Saúde e da Anvisa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.11.20

MPF x AGU

O Ministério Público Federal vai recorrer da decisão do TRF-1, que acatou o pedido da AGU e reconduziu os dirigentes da Aneel e do ONS aos cargos. Segundo o RR apurou, o MPF quer o novo afastamento da cúpula da agência reguladora e do Operador Nacional por conta do apagão no Amapá. Ouvida pelo RR, o ONS informou não ter sido notificada sobre possível recurso do MPF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.11.20

Choque elétrico

Palavra de um dos procuradores à frente do inquérito que apura a responsabilidade pela explosão da subestação do Amapá: de acordo com as primeiras investigações, o Ministério Público Federal já dispõe de elementos para pedir à Justiça uma multa e o bloqueio de bens da Macapá Transmissora de Energia. Ou seja: um pedaço da conta vai bater direto no governo federal. A Sudam é dona de 14,9% da empresa. O restante das ações pertence à Gemini Energy, leia-se os fundos de investimento Starboard e Perfin.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

A rádio-corredor do Ministério Público Federal informa: a PGR prepara para os próximos dias uma nova operação, no Rio de Janeiro, contra suspeitos de desviar recursos públicos e fraudar licitações na área de saúde no governo Witzel. As investigações se baseiam na delação premiada do ex-secretário de Saúde Edmar Santos. Um dos alvos da nova operação seria a Assembleia Legislativa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.08.20

Dívidas do crime

Segundo informações filtradas do Ministério Público Federal, 25 signatários de acordos de delação premiada entre pessoas físicas e empresas – a maior parte no âmbito da Lava Jato – estão inadimplentes no pagamento de suas multas. O “calote” acumulado já soma cerca de R$ 300 milhões. Todos esses acordos correm o risco de serem anulados.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.