fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
18.11.21

Uma “vaquinha” em nome da história

Pesquisadores e acadêmicos da UFRJ cogitam lançar uma campanha de crowdfunding para a conclusão da reforma do Museu Nacional. Três anos após o incêndio que destruiu boa parte do Palácio, ainda faltam pouco mais de R$ 130 milhões para o término das obras, estimadas em R$ 380 milhões. Na paralela, a Universidade ainda negocia com o Ministério da Educação a liberação de mais verbas para o projeto. Mas, quando o dinheiro sai, é à conta-gota.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.09.21

Matrículas abertas

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, está usando do seu prestígio junto a Jair Bolsonaro para tirar um antigo projeto da gaveta do Ministério da Educação: a criação da Universidade Federal do Norte do Mato Grosso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.08.21

Manifestos por minuto

O Brasil de Bolsonaro é a “República dos Manifestos”. Ex-ministros da Educação, como Cristovam Buarque, Fernando Haddad, Aloizio Mercadante, estariam articulando a publicação de um documento conjunto de repúdio a ideia do governo federal de vender o Palácio Gustavo Capanema, no Centro do Rio. Antiga sede do Ministério da Educação, o prédio é tombado pelo Iphan.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.08.21

Verba não faz parte do “currículo escolar”

As declarações feitas pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, na última segunda-feira, minimizando a falta de recursos nas universidades federais, tiveram endereço certo. Na semana passada, em audiência no Ministério, representantes da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior reivindicaram mais verbas. Ao que tudo indica, o “não” veio publicamente.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Jair Bolsonaro tem resistido à pressão do Centrão pela troca de Milton Ribeiro no Ministério da Educação. Ribeiro caiu nas graças de Bolsonaro pela veemente defesa da volta das aulas presenciais e pela criação de uma comissão para elaborar as provas do Enem sem conteúdo ideológico. O que, na prática, significa tirar a ideologia dos outros para colocar a do presidente.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.07.21

Segunda chamada

Entre o corpo técnico da Pasta da Educação, a percepção é de que o ministro Milton Ribeiro correu para agradar o presidente Jair Bolsonaro ao fixar as datas de 21 e 28 de novembro para a realização do Enem. A depender do ritmo de vacinação, é possível que o Ministério tenha de adiar a prova para o fim do ano ou mesmo para o início de 2022.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.06.21

Bola da vez

O Centrão insiste na derrubada de Milton Ribeiro do Ministério da Educação. No último fim de semana, o nome de Mendonça Filho, do DEM, circulou em Brasília como forte candidato ao cargo. Mendonça comandou a Pasta da Educação no governo Temer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.03.21

Persona non grata

Informação que circulava ontem no Ministério da Educação: com o agravamento da pandemia, o governo argentino deverá suspender a entrada no país de brasileiros que fazem pós-graduação em universidades locais. As aulas seguirão à distância, mas a ida à Argentina para provas ou defesa de teses será vetada em nome da saúde pública.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.03.21

Índex da educação

O RR apurou que o Ministério da Educação enviou ao TCU uma relação de 547 processos sobre supostas irregularidades no uso de verbas federais na área da educação – informação confirmada pela Pasta. Segundo a fonte da newsletter, 247 prefeituras são suspeitas de desvios de recursos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.02.21

Reprovado

Vem mais chumbo grosso na direção do Ministério da Educação por conta das falhas no Enem. O RR tem a informação de que a Defensoria Pública da União deverá entrar na Justiça contra o Inep, responsável pela organização – ou seria desorganização? – do concurso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.