fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
11.09.20

Soja fervendo

O mercado da soja anda tão aquecido que produtores do Centro-Oeste, segundo informações filtradas do Ministério da Agricultura, já estão fechando contratos para a entrega física da safra de 2022. O dólar alto e a grande demanda ajudam. O estoque de 120,8 milhões da safra deste ano é a conta do chá para abastecer os mercados interno e externo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.20

De grão em grão

Produtores rurais cobram do Ministério da Agricultura e da Polícia Federal uma ação imediata contra o contrabando de arroz.
Superestocados, agricultores uruguaios e paraguaios estão despejando o produto do lado de cá da fronteira de forma ilegal. O contrabando já freou a alta do arroz, que chegou a subir 4% entre julho e agosto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.09.20

Fiscais agropecuários cruzam os braços contra “privatização”

Há um “motim” em curso no Ministério da Agricultura. Os auditores federais agropecuários discutem realizar uma paralisação nacional. Seria uma reação ao decreto 10.419, de 7 de julho deste ano, que permite a contratação de fiscais terceirizados para os serviços de inspeção tanto do gado no pasto quanto das unidades de abate. Entre os servidores, o receio é que a medida seja apenas um primeiro passo do governo para privatizar boa parte da atividade de fiscalização sanitária no país. O temor faz bastante sentido. A ideia da terceirização conta com a simpatia da equipe econômica, que sempre olha atravessado para a ampliação do funcionalismo público. Um exemplo: desde o ano passado, o Ministério da Agricultura aguarda, sem sucesso, autorização da Pasta da Economia para a contratação de 140 médicos veterinários aprovados no mais recente concurso para auditor agropecuário. Ressalte-se que a ameaça de paralisação dos serviços de inspeção se dá em um momento crítico para o setor. Frigoríficos brasileiros têm enfrentado seguidos embargos internacionais, notadamente da China

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.08.20

“Casa verde e amarela”

Depois da Amazônia, o governo Bolsonaro deverá anunciar nas próximas semanas um plano de regularização fundiária no Cerrado. O projeto está na mão da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do presidente do Incra, Geraldo Melo. Em uma primeira leva, seriam emitidos algo como 50 mil títulos de propriedade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.08.20

Sempre o agronegócio

Choveu na horta do Brasil. O Ministério da Agricultura dá como certa uma disparada das exportações brasileiras de laranja, tangerina e limão, notadamente para a União Europeia. O crescimento virá na esteira do vazio deixado pela Argentina, obrigada a suspender a produção de cítricos devido ao risco fitossanitário. Como se não bastassem os gafanhotos, as lavouras argentinas têm sido atacadas pela praga chamada de “mancha preta”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.08.20

Assim é se lhe parece

Produtores rurais vão se valer de um detalhe desonesto na narrativa da campanha que pretendem lançar para propagandear o crescimento do emprego no agronegócio. É verdade que os postos de trabalho no agribusiness subiram tendo em vista o ótimo desempenho do setor – o saldo positivo no primeiro semestre foi de 62 mil novas vagas. Mas, qualquer comparação com os dados gerais do Brasil será uma forçação de barra, mesmo porque o país já está na faixa dos 14% de desemprego. De toda a forma, o autoelogio deverá servir como álibi para o agronegócio pleitear mais recursos públicos, notadamente por meio do Plano Safra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.08.20

Fertilidade

De acordo com informações filtradas do Ministério da Agricultura, a Conab anunciará hoje uma projeção para a safra de grãos de 2019-2020 da ordem de 253 milhões. Será quase um milhão a mais do que a estimativa anterior, de junho. As condições climáticas, especialmente no Sul, não causaram as perdas inicialmente esperadas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Se a pandemia deixar, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pretende ir à Rússia ainda neste ano para tentar reverter o embargo a frigoríficos brasileiros.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.07.20

Com Bolsonaro, fica mais difícil

O Ministério da Agricultura e o Itamaraty vão distribuir entre as embaixadas no exterior uma espécie de cartilha sobre o agronegócio brasileiro. Em uma segunda etapa, serão produzidos filmetes promocionais. Trata-se de uma tentativa do governo de melhorar a imagem do setor, chamuscada pelo desmatamento na Amazônia, boicotes a soja plantada em áreas de queimada, embargos à carne brasileira pela disseminação do coronavírus nos frigoríficos etc. A ideia é que os embaixadores tenham também subsídios técnicos para contraditar críticas e questionamentos ao agronegócio brasileiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, chamou para si a articulação junto ao Congresso para a aprovação do projeto de lei 2.633/20, que estabelece novas regras para a regularização fundiária de ocupações em terras da União. Até agora, o governo está tomando uma canseira no assunto. A MP editada para tratar do tema foi solenemente ignorada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e caducou antes de ser votada. Nem a pressão da própria bancada ruralista, favorável ao projeto, tem ajudado o Palácio do Planalto

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.