fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Ministério da Agricultura

12.11.19

Farelo orçamentário

Enquanto a privatização dos armazéns da Conab não sai, o Ministério da Agricultura cata moeda. A Pasta conta com aproximadamente R$ 7 milhões para bancar as 92 de unidades de armazenamento até o fim do ano. Dá, em média, R$ 76 mil por armazém. Não paga sequer a segurança dessas instalações – boa parte delas, uma manada de elefantes brancos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.11.19

Blairo Maggi de volta ao game

Blairo Maggi confidenciou a um parlamentar fonte do RR: vai disputar a nova eleição para o Senado por Mato Grosso. A vaga parece estar caindo no colo de Maggi, que não concorreu no ano passado para permanecer no Ministério da Agricultura até o fim do governo Temer. A senadora Selma Arruda está na iminência de ser cassada por prática de caixa 2. A Procuradoria Geral da República já deu parecer favorável à nova eleição.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.11.19

Lenta negociação

Itamaraty e Ministério da Agricultura articulam uma viagem da ministra Teresa Cristina à Arábia Saudita, ainda neste ano. É mais um capítulo na arrastada negociação do governo para levantar o embargo saudita ao frango brasileiro. Foi um dos pontos centrais da recente visita de Jair Bolsonaro ao país árabe.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.11.19

Guerra aberta

Informação que circulava ontem à tarde no Ministério da Agricultura. Em um gesto ousado, grandes produtores agrícolas estariam dispostos a bancar uma campanha publicitária no exterior para defender o fim da moratória da soja na Amazônia e assegurar a boa procedência do grão produzido na região – não obstante as denúncias de produção em áreas desmatadas. Os ruralistas contam com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, defensor da extinção da moratória – conforme informou o RR na edição de ontem.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.10.19

Agricultura se mobiliza para reduzir perdas bilionárias no milho

O sinal de alerta está aceso no Ministério da Agricultura. Um alerta, ressalte-se, estimado em cerca de R$ 1,7 bilhão – valor das perdas que podem ser impostas aos produtores de milho do país. Técnicos da Pasta e especialistas da Embrapa estão sendo enviados a áreas de plantio do cereal na tentativa de minimizar potenciais danos causados por condições climáticas atípicas. Há riscos de uma queda de 5% a 10% na segunda safrinha do cereal, que de safrinha não temnada. A próxima colheita deverá responder por algo em torno de 70% da produção anual de milho – as projeções originais eram de 245 milhões de toneladas. A falta de chuvas regulares, notadamente no Noroeste do Paraná e em áreas no Centro-Oeste, provocou um efeito cascata. Houve um atraso no cultivo e na colheita da última safra de soja, consequentemente retardando o plantio de milho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31/10/19 3:07h

leilaniblankinsh

disse:

Undeniably consider that that you stated. Your favorite reason seemed to be on the net the simplest thing to remember of. I say to you, I definitely get irked at the same time as people consider issues that they just do not know about. You managed to hit the nail upon the top and also outlined out the whole thing without having side-effects , people can take a signal. Will likely be again to get more. Thanks

Após emplacar Geraldo Melo Jr. no comando do Incra, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, trabalha pela nomeação de Ivanildo Thomaz para a diretoria do órgão. Thomaz é superintendente regional da autarquia no Mato Grosso. Como tem levado tudo que pede no Palácio do Planalto, é bem capaz de Tereza ganhar mais essa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.10.19

Melhor que a encomenda

A MP da legalização de terras está sendo escrita a dezenas de mãos pelo ruralista e secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antonio Nabhan, e líderes da “bancada do boi”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.10.19

Sucessão a passos lentos na Embrapa

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, não tem culpa no cartório. A sucessão na Embrapa, sem presidente há quase três meses, está parada no gabinete do próprio Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

07.10.19

Pecado capital

O secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antônio Nabhan Garcia, não vai se contentar em ter derrubado o general João Carlos Jesus Corrêa da presidência do Incra – informação antecipada pelo RR em 8 de agosto. Já trabalha pela nomeação do ex-deputado da bancada ruralista Valdir Colatto, hoje diretor do Serviço Florestal Brasileiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.10.19

Mudanças à vista na Agricultura

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, José Guilherme Leal, está por um fio. Segundo o RR apurou, a ministra Tereza Cristina não esconde sua insatisfação com a demora da Secretaria em executar parcerias com universidades e o Sistema S para programas de capacitação do pequeno agricultor, uma de suas promessas ao assumir a Pasta.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.