fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
14.10.21

Metamorfose

O Mercado Livre caminha para ser mais banco do que plataforma de e-commerce. Segundo o RR apurou, o Mercado Pago, braço financeiro do grupo, vai fechar 2021 respondendo por 45% da receita total. Há dois anos, esse número era inferior a 30%.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.09.21

Invisibilidade contra o roubo de cargas

O Mercado Livre tem ampliado gradativamente o número de entregadores autônomos, em detrimento da contratação dos Correios e de outras empresas de encomendas expressas. Além da redução dos custos logísticos, a medida tem outra motivação: driblar o aumento do roubo de cargas. Os entregadores autônomos são uma espécie de “Uber do delivery”: usam seus próprios carros particulares, sem qualquer identificação do Mercado Livre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.09.21

Mercado Pago

O Mercado Livre quer ser um dos grandes “bancos” do e-commerce. Segundo o RR apurou, a meta do Mercado Pago, fintech do grupo, é iniciar 2022 com uma carteira de crédito de US$ 2 bilhões. Hoje, o volume de empréstimos soma US$ 900 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.07.21

Goldman Sachs aumenta a aposta no Mercado Livre

A Goldman Sachs prepara um novo aporte de recursos no Mercado Livre, gigante do e-commerce. A injeção de capital seria da ordem de R$ 200 milhões. No ano passado, o banco norte-americano investiu cerca de R$ 400 milhões na empresa, mais precisamente no Mercado Pago, fintech do Mercado Livre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.07.21

Oferta a caminho

Segundo fonte ligada à própria empresa, o Mercado Livre estuda a abertura de capital no Brasil. O grupo, ressalte-se, já tem ações na Nasdaq.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.21

Que hora imprópria

Os Correios correm o risco de perder um nome de peso em sua carteira de clientes. O Mercado Livre, gigante do e-commerce, tem reduzido drasticamente o uso da estatal em suas entregas. Consultado, os Correios disseram que “não prestam informações específicas sobre clientes”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.06.21

Mais um gigante do e-commerce

A Shopee, de Cingapura, promete esquentar a batalha do e-commerce no Brasil. Os asiáticos têm planos de instalar um centro de distribuição no país, o que aumentará seu poder de fogo na disputa contra o chinês Alibaba e o Mercado Livre, seus principais concorrentes no mercado brasileiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.04.21

Mercado Livre nos ares

O RR apurou que o Mercado Livre tem planos de ampliar sua frota aérea própria, composta por quatro cargueiros. Seriam adquiridas mais duas aeronaves. A disparada das operações na plataforma justificaria o investimento: no ano passado, o volume de vendas cresceu 65% em relação a 2020.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.03.21

Pílula 2

O Mercado Livre estaria em conversações com grandes grupos do varejo farmacêutico, a exemplo da Drogaria Pacheco São Paulo (DPSP) e a cearense Pague Menos. A proposta envolveria a venda de medicamentos e de outros produtos farmacêuticos na plataforma de e-commerce.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.03.21

Novo cardápio

O Rappi, que nasceu como um aplicativo de entrega de restaurantes, estuda abrir sua plataforma para que pessoas comprem e vendam mercadorias. A empresa passaria a concorrer com o Mercado Livre, entre outras plataformas similares. Em setembro passado, o Rappi recebeu um aporte de US$ 300 milhões liderado pela gestora norte americana T. Rowe Price Associates.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.