fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
10.08.21

Asilo político para a versão boliviana de Ricardo Salles

Segundo informações filtradas d Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro está disposto a conceder asilo político definitivo à ex-ministra do Meio Ambiente da Bolívia, María Pinckert. Em junho, María obteve refúgio temporário no Brasil por 90 dias, até que a Comissão Nacional de Refugiados, vinculada ao Ministério da Justiça, analise o caso. A última palavra, no entanto, é do presidente da República. Caso se confirme, a concessão do asilo deverá ser um solavanco a mais nas relações diplomáticas entre a gestão Bolsonaro e o governo de esquerda do presidente Luiz Arce. Guardadas as devidas proporções, María Pinckert é uma espécie de Ricardo Salles andina. Integrante do governo provisório da ex-presidente boliviana Jeanine Áñez, de direita, que tinha o apoio de Bolsonaro, ela foi duramente questionada por ambientalistas. Além disso, é acusada pela Justiça boliviana de irregularidades no Ministério. Procurado, o Ministério da Justiça disse que “devido ao sigilo previsto em lei, não informa sobre os fundamentos, nem sobre a mera existência ou não de processo de refúgio de determinada pessoa ou de grupo de migrantes.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.