fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
25.07.22

Uma blitzkrieg multilateral contra o crime organizado

A Procuradoria Geral da República está liderando conversações com suas congêneres na América  Latina para a criação de uma espécie de “tropa de elite” contra  o crime organizado. Oito países vêm participando das discussões. Segundo a fonte do RR, a ideia é montar um grupo multilateral de  procuradores federais exclusivamente focado em investigar facções  da região. Na mira, organizações  como o brasileiro PCC, a paraguaia Clã Rotelã e a colombiana  Clã do Golfo – uma espécie de versão moderna dos Cartéis de Cali e Medellín. Essa “escuderia” seria cercada de cuidados.  Os procuradores não atuariam, por exemplo, na linha de frente de depoimentos, uma forma de  preservar ao máximo sua identidade. Recentemente, membros de  ministérios públicos da América do Sul foram assassinados a mando  de organizações criminosas, o último deles o promotor paraguaio Marcelo Pecci.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.05.22

Assassinato bilateral

O RR apurou que a Polícia Federal vai entrar nas investigações sobre a morte do procurador paraguaio Marcelo Pecci, assassinado nesta semana na Colômbia. A área de Inteligência da PF tem informações de que o crime pode ter sido tramado do lado de cá da fronteira. Pecci estava debruçado sobre a atuação do PCC tanto no Paraguai quanto no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.