fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
01.11.21

Amazon corre contra o tempo no Brasil

Segundo o RR apurou, a Amazon estuda instalar não apenas um – como chegou a anunciar -, mas três novos centros de distribuição no Brasil em 2022. O investimento total deve bater na casa dos R$ 150 milhões. O sarrafo está subindo rápido demais: o grande desafio concorrencial do e-commerce no momento são as entregas rápidas. A Americanas.com., por exemplo, está gastando os tubos para aumentar o número de pedidos entregues em meia hora. Procurada pelo RR, a Amazon informou que “não comenta planos de lançamentos futuros”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.10.21

Fortificante

A Americanas está conversando com a Raia Drogasil, com objetivo de fisgá-la para a sua plataforma de marketplace.  ideia é atrair outras redes do varejo farmacêutico. A venda de remédios no Brasil é quase uma renda fixa: cresce 10% ao ano.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.08.21

Casa própria

A Americanas acompanha com lupa a inclusão do hortomercado da Cobal, no bairro do Leblon, no Rio, no PPI. O local daria uma bela megaloja do Hortifruti, recém- comprado pela rede varejista.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.07.21

Americanas a jato

A Americanas.com vai iniciar a construção de mais dois centros de distribuição ainda neste ano. O projeto é fundamental para aumentar o volume de entregas expressas, ou seja, no mesmo dia da compra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.09.20

As lojas das Americanas

Mesmo com o investimento intensivo no e-commerce, a Americanas aposta alto no comércio físico. A rede varejista de Jorge Paulo Lemann e cia. estuda abrir cerca de 200 lojas em 2021. Vai servir para tirar o atraso provocado pela pandemia: no primeiro semestre deste ano, a Americanas abriu apenas nove pontos de venda, contra 41 no mesmo período em 2019.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.08.20

Superonda no varejo

A rede varejista gaúcha Grazziotin estuda fazer um follow on em Bolsa. O momento é de surfar na onda positiva para as empresas do setor, vide as recentes e bilionárias ofertas de ações de Americanas e ViaVarejo. Em tempo: desde o início da pandemia, em março, o papel da Grazziotin já subiu quase 30%. Consultada sobre a oferta de ações, a empresa informou que “qualquer comunicado relevante estará sendo divulgado aos investidores.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.08.20

Fila indiana

Na esteira da Lojas Americanas e da ViaVarejo, o Grupo Guararapes, dono da Lojas Riachuelo, também estuda uma nova oferta de ações em Bolsa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.03.20

Volatilidade

Ontem, as lojas Americanas Express no Centro do Rio abriram às 7 da manhã com um tesouro valioso: um novo carregamento de álcool gel. Meia hora depois, estava tudo esgotado.

No Mercado Livre, há embalagem de 500ml de álcool gel sendo vendida até a R$ 1.200. Talvez seja o caso de uma lei antitruste específica para o coronavírus.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.08.19

Lemann é um old school

A Lojas Americanas já mira 2020. De acordo com informações filtradas da própria empresa, a rede varejista planeja abrir 180 lojas no ano que vem, 60 a mais do que a marca prevista para este ano. A tecnologia avança, os algoritmos mandam na economia, mas Jorge Paulo Lemann e cia. não abrem mão da velha cerveja, do ketchup e do varejo físico.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.05.19

Reforma trabalhista

A Americanas “encolhe” para crescer. Das mais de 220 lojas que serão inauguradas neste ano, cerca de 150 seguirão o conceito Express. Os custos de abertura neste modelo de varejo são até 60% mais baixos do que o das lojas convencionais. O número de funcionários, por sua vez, não chega sequer à metade. Os investimentos previstos para 2019 beiram os R$ 800 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.