fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
31.08.21

Sabatina training

André Mendonça tem visto e revisto vídeos da recente sabatina de Augusto Aras no Senado. O candidato ao STF vem sendo aconselhado por aliados a repetir o tom sereno de Aras e, sempre que possível, dar uma estocada na Lava Jato. Esse discurso é música para os ouvidos dos parlamentares.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.07.21

A agenda da CIA

O diretor da CIA, William J. Burns, conversou sobre três assuntos, entre outros, com Jair Bolsonaro: Sérgio Moro, Lula e Lava Jato. A fonte da informação é quentíssima. Burns encontrou o presidente Bolsonaro no dia 1o de julho, em uma “visita de cordialidade”, sem que a agenda fosse divulgada pelo Palácio do Planalto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.05.21

A Lava Jato não pega mais ninguém

Apontado como cúmplice do doleiro Dario Messer, o ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes livrou-se da Lava Jato. O TRF-2 extinguiu o processo contra Cartes, acusado de ter ajudado na fuga de Messer para o país vizinho, em 2018. Em 2019, o juiz Marcelo Bretas chegou a expedir uma ordem de prisão contra o ex-presidente paraguaio. Livre no Brasil, Cartes ainda responde a uma ação em seu país por suposta associação criminosa com Messer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.03.21

Lava Jato em vertigem

Uma fonte do RR ligada a Petra Costa disse que a diretora de “Democracia em Vertigem” estuda produzir um documentário sobre a derrocada da Lava Jato e de Sergio Moro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.03.21

Outro prego no caixão da Lava Jato

O processo de desmontagem e desmoralização da Lava Jato avança, de forma sincronizada, em várias frentes. Ao mesmo tempo em que o STF julga a suspeição de Sergio Moro, o RR apurou que Augusto Aras deverá encaminhar ao Conselho Nacional do Ministério Público o pedido de abertura de mais dois processos contra Deltan Dallagnol e os demais integrantes da força-tarefa. De acordo com a mesma fonte, o entendimento na PGR é que os procuradores incorreram em violação de sigilo profissional (previsto no artigo 325 da Constituição) e em quebra do sigilo das operações de instituições financeiras (tratada no artigo 10, da Lei Complementar 105/2001). Eles teriam infringido os dois artigos ao pedir para investigar ministros do STF e do STJ. Consultada pelo RR, a Procuradoria Geral da República informou que “não antecipa posicionamentos ou manifestações”. Uma eventual punição interna corporis contra Dallagnol e cia. daria ainda mais fôlego ao inquérito aberto pelo STJ para apurar se a “República de Curitiba” investigou ilegalmente ministros da Corte. No Tribunal, há quem diga que, indiretamente, esse seria um fator a mais de pressão para a eventual anulação de provas usadas pela força-tarefa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.02.21

Deltan ́s boys

Circula no MPF a informação de que os procuradores de Curitiba pretendem lançar um manifesto contra o fim da Lava Jato e, por tabela, o governo Bolsonaro. Sergio Moro teria sido convidado para ser um dos subscritores. Por ora, não disse nem que sim nem que não.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.02.21

PowerPoint

Com o fim da Lava Jato e a consequente perda de poder dos seus procuradores, Lula vai avançar novamente sobre Deltan Dallagnol no Conselho Nacional do Ministério Público Federal (CNMPF). Segundo o RR apurou, a defesa do ex-presidente prepara uma nova queixa contra Dallagnol. Na primeira tentativa, no ano passado, o caso foi arquivado pelo CNMPF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.01.21

Nome certo no lugar certo

No Ministério Público circula a informação de que Augusto Aras pretende transferir o procurador Celso Três da chefia da Operação Greenfield para o comando da Lava Jato. O curioso é que Três assumiu a liderança da Greenfield há apenas dois meses e sua atuação tem sido questionada por seus colegas. Há quem diga ele vem agindo para esvaziar a Operação. Sob a lógica de Aras, talvez seja um mérito. Ressalte-se ainda que Três sempre foi um crítico da Lava Jato e, em especial, de Sergio Moro. Entre outros ataques, já disse que a “parcialidade de Moro é escandalosa”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.12.20

Fim de linha

A decisão de Augusto Aras de estender a Lava Jato do Rio somente até 31 de janeiro de 2021 gerou insatisfação entre os integrantes da força-tarefa. Bom para os meliantes. Vai ter muita investigação que não será concluída.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.11.20

Operação “Lava Floresta”

A Lava Jato está ajudando a debelar incêndios pelo Brasil. Após destinar cerca de R$ 14 milhões em recursos recuperados pela Operação para o combate às queimadas na Região Amazônica, o deverá autorizar uma nova tranche dos recursos recuperados pela Lava Jato para as ações no Pantanal.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.