fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
13.09.21

Longe da mira

Kassio Nunes teria sido o único ministro do STF que não reforçou sua segurança pessoal com o acirramento dos ataques ao Supremo. Por que será?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O ministro Dias Toffoli tem se empenhado na tentativa de reaproximar Gilmar Mendes e Kassio Nunes. As relações entre ambos foram para o vinagre depois que Nunes votou pela imparcialidade de Sergio Moro nos processos contra Lula.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.04.21

Susurros

Kassio Nunes está sendo impregnado pelo ouvido de que há um complô contra ele urdido por Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Luiz Fux. Não se sabe das convicções de Nunes. Mas faz sentido.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.10.20

Kassio Nunes é uma “ameaça” a mais para a OAB

Antes mesmo de sua posse, o futuro ministro do STF Kassio Nunes já desponta como possível fiel da balança de um dos casos mais polêmicos em tramitação no Supremo: o julgamento que decidirá se a OAB deve ou não prestar contas ao TCU. Segundo informações filtradas pelo RR junto à Corte, Nunes já teria sinalizado ser favorável à tese de que o Tribunal de Contas da União tem, sim, poderes para fiscalizar as finanças da Ordem. Não por acaso, a ala “pró-OAB”, à frente Luis Roberto Barroso e Edson Fachin, trabalha na tentativa de acelerar a votação e concluir o julgamento antes da posse de Nunes.

Na outra ponta, estão Marco Aurelio Mello e Gilmar Mendes, os mais empenhados em protelar a decisão até que o novo ministro assuma sua cadeira, trazendo junto seu voto. Trata-se de um processo com fortes pitadas políticas. O que está em jogo é uma possível fragilização da OAB, com a perda da autonomia financeira da entidade.

Em 2018, o TCU decidiu que a Ordem se submeter às suas regras de fiscalização a partir de 2021. A OAB entrou com um mandado de segurança e o caso foi parar no Supremo. O voto de Nunes pode fazer diferença no resultado final, tamanha a divisão que o tema provoca na Corte. O assunto é tão controverso e delicado que o processo foi tirado da pauta virtual do STF. O julgamento será concluído no plenário, com votação presencial. Por ora, o placar está um a um: Marco Aurelio Mello já declarou voto favorável à fiscalização do TCU sobre a OAB; Fachin foi na mão oposta. Segundo informações auscultadas pelo RR junto a um dos gabinetes do Supremo, além de Luis Roberto Barroso, Carmen Lucia e Rosa Weber também seriam partidários da ideia de que a independência da OAB deve ser preservada. Já Dias Toffoli e Luiz Fux estariam no lado contrário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.10.20

Maratona rumo ao STF

O ministro Gilmar Mendes tem telefonado pessoalmente a senadores para “quebrar o gelo” e fazer o approach entre Kassio Nunes e os parlamentares. Até ontem, segundo o RR apurou, o candidato à vaga de Celso de Mello no Supremo já havia conversado com 35 dos 81 senadores.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.