Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
14.05.19
ED. 6113

Governo empurra sindicato para as cordas

O governo Bolsonaro está empenhado em acuar as centrais sindicais no canto do ringue e enfraquecê-las ainda mais antes da reforma da Previdência. Nos últimos dias, deputados da base governista, à frente Joice Hasselmann, têm feito um intenso corpo a corpo com líderes partidários para acelerar a votação da Medida Provisória 873. A MP restringe o financiamento dos sindicatos, extinguindo o desconto em folha obrigatório das contribuições. As articulações conduzidas por Joice foram decisivas para que a Comissão mista da Câmara e do Senado fosse instalada na semana passada – a previsão original era que ela só sairia do papel no fim do mês. O governo corre contra o relógio: a MP perderá a validade em 28 de junho.

Na mão contrária, os heróis da resistência também tentam se articular. Diante do enfraquecimento dos sindicatos, a Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social tornou-se um dos mais aguerridos grupos de enfrentamento à Medida Provisória. Na semana passada, obteve uma liminar contra a MP. Além disso, tem feito pressão junto a parlamentares contra a aprovação do projeto. No final, vai ser só para cumprir tabela.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.05.19
ED. 6111

CPI do Fies a caminho

Parlamentares do PSL, a começar pela onipresente Joice Hasselmann, estão costurando o apoio de outros partidos para a criação da CPI do Fies, com o objetivo de investigar o repasse de recursos a grupos privados da área de educação. A Comissão quase saiu do papel no governo Temer, mas acabou no fundo da gaveta. Agora, ao que parece, a escalada da narrativa para justificar a CPI já começou: nesta semana, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, chamou o Fies de “desastre” e “tragédia”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.03.19
ED. 6079

Inimigo íntimo

A bancada do PSL, a começar pela indômita Joice Hasselmann, tem feito duras críticas nos bastidores ao correligionário Felipe Francischini, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Mais de um mês após o presidente Jair Bolsonaro encaminhar à Casa a proposta da reforma da Previdência, a CCJ sequer deu a partida na análise de admissibilidade do projeto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.02.19
ED. 6063

Puxando o tapete

Joice Hasselmann (PSL-SP) conspira a céu aberto, na tentativa de tomaro lugar do Major Vitor Hugo como líder do governo na Câmara. Na semana passada, teria feito duas reuniões com parlamentares da base aliada para tratar do assunto. Tudo muito bom, tudo muito bem, mas Joice está longe de ser o nome dos sonhos do Planalto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.12.18
ED. 6013

Porta-voz

A última de Joice Hasselmann: a jornalista e deputada eleita pretende “trabalhar” na posse de Jair Bolsonaro, transmitindo a cerimônia ao vivo pelas redes sociais. Joice é uma campeã de audiência do YouTube. Desde a eleição, praticamente duplicou o número de inscritos no seu canal, hoje em torno de 1,1 milhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.12.18
ED. 6011

Ameaça vermelha

Como se não bastasse a refrega entre Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann, uma questão aparentemente prosaica causa fissuras no PSL. Trata-se do convite do Partido Comunista Chinês a parlamentares brasileiros para uma visita a Pequim. O presidente do PSL, Luciano Bivar, defende a ida de uma comitiva da legenda. No entanto, boa parte da bancada, incluindo a própria Joice, rechaça a ideia de pisar “naquela terra de comunistas”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.