fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
04.01.22

Espaço aéreo

A mexicana GAP entrou no páreo para comprar uma parcela ou mesmo toda a participação da Invepar no Aeroporto de Guarulhos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.12.21

Herdeiro natural

A Invepar reabriu conversações com o Mubadala para a venda de parte ou mesmo de toda a sua participação no aeroporto de Guarulhos. O fundo árabe é uma espécie de “Invepar II”: já assumiu a concessão do Metrô Rio e deverá ficar também com a Linha Amarela, caso a Prefeitura do Rio aprove a transferência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.11.21

Sobrevoo

A gestora norte-americana Farallon estaria negociando a compra da participação da Invepar na concessão do aeroporto de Guarulhos. As tratativas são conduzidas pela Goldman Sachs.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.10.21

Mudança de rota

Em vez de vender apenas uma fatia das suas ações, a Invepar já cogita se desfazer integralmente da sua participação (51%) na concessão do Aeroporto de Guarulhos. Consultada, a empresa não quis se pronunciar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.09.21

Passagem de volta

A Invepar teria oferecido sua participação no Aeroporto de Guarulhos à francesa Vinci Airports, operadora do aeroporto de Salvador. Consultadas, as duas empresas não se pronunciaram.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.09.21

Nos trilhos e nos céus

O Mubadala estaria em conversações com a Invepar para a compra da concessão do Aeroporto de Guarulhos. Os valores sobre a mesa giram em torno de R$ 1,2 bilhão. O fundo árabe, ressalte-se, já assumiu as operações do Metrô Rio e da Linha Amarela, que também pertenciam à Invepar. Consultadas, Mubadala e Invepar não se manifestaram.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.09.21

Convergência divergente

O Yosemite, uma espécie de condomínio de credores que ficou com a participação da OAS na Invepar, voltou a fazer pressão pela venda do controle da empresa. Não que Petros, Previ e Funcef, donas de 75%, não queiram. A questão é o momento: os ativos de infraestrutura de transporte estão longe do seu melhor valuation em meio à pandemia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.07.21

Saída em bloco

Previ, Petros e Funcef reabriram conversações para a venda conjunta das suas participações na Invepar. Segundo o RR apurou, a maior pressão pelo negócio vem do fundo de pensão do BB.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.02.21

Agora vai?

O RR apurou que o Mubadala voltou à carga para comprar a Invepar. A retomada das conversações se dá na esteira da iminente solução para o imbroglio da Linha Amarela.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.12.20

Uma saída para a Linha Amarela?

A vitória de Eduardo Paes no Rio trouxe uma luz no fim do túnel para a Invepar. A companhia, controlada por Previ, Petros e Funcef, abriu um canal de interlocução com Paes na tentativa de suspender a cassação da licença da Linha Amarela e consequentemente a batalha judicial com a Prefeitura. O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça depois que o atual prefeito, Marcelo Crivella, decidiu tomar a concessão da via expressa da Invepar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.