Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Grupo Othon

09.05.16
ED. 5364

Cofco quer ressuscitar os canaviais do Rio

 A chinesa Cofco parece disposta a ressuscitar um Lázaro da indústria sucroalcooleira no Brasil. O grupo estaria negociando a compra das três usinas de açúcar e álcool da família Bezerra de Mello, leia-se Grupo Othon em Campos, no Norte do Rio de Janeiro. Trata-se de uma investida de elevado risco. As unidades são obsoletas, deficitárias e ainda carregam um elevado passivo, notadamente de ordem trabalhista. Os planos da Cofco vão além das usinas dos Bezerra de Mello. Os chineses estariam dispostos a revitalizar a indústria sucroalcooleira da região, um dos maiores polos produtores de açúcar e álcool do país nos anos 80. Além da aposta de risco, outro fato chama a atenção na investida dos asiáticos. A Cofco já tem uma experiência não muito positiva em etanol no Brasil. É sócia da Noble Agri, uma destilaria de prejuízos. Procurada pelo RR, o Othoin não comentou o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.01.16
ED. 5284

Suíte reservada

 A sete meses da Olimpíada, há um importante negócio em gestação no mercado hoteleiro carioca. O espanhol José Oreiro, dono da rede Windsor, teria feito uma oferta pelo controle do Grupo Othon. A empresa da família Bezerra de Mello soma três hotéis no Rio. Procurado, o Windsor nega a negociação. Já o Othon não fala sobre o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.