fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
18.02.21

Gol contra

A Gol estuda empurrar de março para maio a retomada de seus voos para o Paraguai. Além da pandemia, pesa também a baixa rentabilidade da operação, que já vinha de antes da Covid-19. Procurada, a empresa não se pronunciou especificamente sobre os voos para o Paraguai. A Gol disse que “continuará a operar rotas internacionais, com a retomada de voos prevista para a partir de março, e sujeita a alterações”. Ou seja….

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.12.20

Utilidade pública

O RR teve a informação de que a ANAC vem recebendo seguidas reclamações de passageiros que não conseguem comprar bilhetes pelo site e pelo aplicativo da Gol. A maioria dos casos se concentra na emissão de passagens pelo Smiles. Deve ser só coincidência, mas justo neste momento a Gol está em uma arrastada negociação para incorporar a empresa de fidelidade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.11.20

Voando por cima da pandemia

As passagens de avião estão decolando. O fenômeno é até normal entre novembro e dezembro, mas os aumentos sugerem que as companhias tentam recuperar rápido o fraco movimento dos meses passados. Na primeira semana de novembro, um bilhete no trecho Brasília-Rio de Janeiro, que custava cerca de R$ 500, pela Gol, agora sai por R$ 1,5 mil (mesmo dia e hora). Tem passageiro rezando para surgir um “buser” aéreo. O RR apurou que a Anac vai confirmar hoje que o setor aéreo tem diminuído as perdas nos principais indicadores, após forte retração provocada pela pandemia do novo coronavírus. Em outubro, embora tenha ocorrido redução de 44% na demanda e 41% na oferta, em comparação com o mesmo mês de 2019, os dados da agência apontam para 4,6 milhões de passageiros transportados, ou seja, 1,5 milhão a mais do que em setembro. Em agosto deste ano foram embarcadas 2,2 milhões de pessoas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.10.20

Na pista

A relação entre a Gol e a Qatar Airways está na pista para ir além do compartilhamento de Nmilhas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.08.20

Pouso forçado

Pressionadíssima pela pandemia, a Gol estuda reduzir drasticamente seus gastos com marketing. Um dos investimentos sob risco é o
patrocínio à seleção brasileira. O atual contrato com a CBF vai até meados de 2021.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.06.20

Fusão

Até agora ninguém falou ainda em uma fusão entre a Latam e a Gol. Ou entre a Latam e a Azul. Ou entre a Gol e a Azul. É uma questão de aguardar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.05.20

Jetleg

Por mais paradoxal que possa parecer, a Gol deve receber um balão de oxigênio do governo peruano antes mesmo do apoio do BNDES. A companhia negocia com as autoridades do Peru sua adesão a um pacote de benefícios que será lançado no país para socorrer o setor de aviação civil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.05.20

O tamanho da crise

Segundo informações filtradas da Anac, TAM, Gol e Azul vão fechar o mês de maio com uma média de 182 voos domésticos diários. Antes da pandemia, esse número superava a marca de dois mil pousos e decolagens.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.04.20

Dono do pedaço

Pode ser pura bajulação, mas a bancada do Amapá no Congresso tem espalhado que a decisão da Gol de lançar mais dois voos semanais entre Belém e Macapá, a partir de 25 de maio, se deu após gestões diretas do conterrâneo Davi Alcolumbre junto à companhia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.04.20

Questão de altitude

Dirigentes da Latam, Azul e Gol foram ao Olimpo: nos últimos dias, têm conversado diretamente com Paulo Guedes para acertar a ajuda do BNDES às companhias aéreas. Entre as empresas, a sensação é de que o presidente do banco, Gustavo Montezano, tem boa vontade, mas manda pouco.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.