fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
10.06.19

Alta quilometragem

A gestora norte-americana Farallon e o Mubadala devem entrar juntas no leilão da Centrovias, concessão rodoviária que será relicitada pelo governo paulista neste ano. A mesma dupla acaba de adquirir a Rota das Bandeiras junto à Odebrecht.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.05.19

Farallon reserva um bilhete na Invepar

O Farallon pode assumir um novo figurino na Invepar. A gestora norte-americana estaria disposta a entrar no capital da holding por meio da conversão de parte dos seus créditos em participação acionária. A Invepar deve aproximadamente R$ 1,5 bilhão ao Farallon. A negociação depende do aval de Previ, Funcef e Petros, acionistas da Invepar. Por sinal, muito em breve o trio terá também a companhia de uma revoada de fundos-abutre que estão assumindo a participação da OAS na concessionária de transportes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.01.17

Farallon abre o bolso no Brasil

Informação para desanuviar o ambiente: a norte-americana Farallon tem cerca de US$ 500 milhões para investir em infraestrutura no Brasil. A gestora, comandada na América Latina pelo ex-Morgan Stanley Daniel Goldberg, já comprou ativos em saneamento da Odebrecht Ambiental, além de debêntures da Odebrecht Rodovias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

 A gestora Farallon, que já tem ativos na área de saneamento no Brasil, avalia os números da CAB Ambiental , leia-se Galvão Engenharia . Os norte-americanos administram US$ 30 bilhões e, recentemente, captaram cerca de US$ 1 bilhão para novos investimentos na América Latina. • Procurada pelo Relatório Reservado, a seguinte empresa não retornou ou não comentou o assunto: Galvão Engenharia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.