fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
06.08.21

Desconstruindo Ernesto Araújo

Se, da porta para fora do Itamaraty, mantém uma postura discreta, interna corporis o chanceler Carlos Alberto França tem feito gestos a olhos vistos para se distanciar da gestão de seu antecessor, Ernesto Araújo. Nas reuniões com o corpo diplomático, costuma repetir expressões como “multilateralismo”, “urgência climática” e “urgência sanitária” – termos que ficavam ao largo do glossário de Araújo. A aproximação de França com países africanos também não passa despercebida dentro do Ministério das Relações Exteriores. O chanceler fez questão de viajar a Lisboa para participar da reunião de cúpula da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que discutiu os preparativos para a celebração dos 25 anos da entidade, em 2022. Araújo dava pouca ou nenhuma pelota para a CPLP, composta predominantemente por nações africanas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.07.21

Corra, Ernesto, corra

No Palácio do Planalto, voltou a se falar na indicação de Ernesto Araújo para alguma embaixada, talvez a do Canadá, por onde ele já passou, como conselheiro. Pode ser um sinal de que o governo vislumbra mais chumbo grosso da CPI para cima do ex-chanceler.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Além do ex-chanceler Ernesto Araújo, a CPI da Covid pretende ouvir, por vídeo conferência, o embaixador do Brasil na China, Paulo Estivallet de Mesquita. O objetivo é mapear falhas do governo Bolsonaro que contribuíram para o atraso na compra da CoronaVac.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.04.21

Luz apagada

Parece até mentira, mas Ernesto Araújo tem dito a interlocutores que foi sondado para disputar as eleições para a Câmara em 2022. Araújo está convencido de que se elegeria com facilidade. E o pior é que talvez esteja certo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.04.21

A lenta “higienização” do Itamaraty

O novo chanceler, Carlos Alberto França, parece empenhado em descontaminar o Itamaraty do “vírus” Ernesto Araújo. Além da iminente saída do embaixador Otávio Brandelli da Secretaria Geral das Relações Exteriores, França prepara mudanças importantes no chamado núcleo acadêmico e formulador do Ministério. Segundo o RR apurou, a ideia seria trocar o comando do Instituto Rio Branco, responsável pela formação dos diplomatas brasileiros, e da Fundação Alexandre de Gusmão (Funag), o think thank do Itamaraty. Os cargos são ocupados, respectivamente pela embaixadora Maria Stela Pompeu Brasil Frota e pelo diplomata Roberto Goidanich, ambos indicados por Araújo. Procurado, o Ministério das Relações Exteriores não se pronunciou.

Ernesto Araújo já vinha sofrendo forte pressão interna por mudanças nos dois postos, especialmente na Funag. A gestão de Roberto Goidanich tem sido duramente criticada por diplomatas puro sangue. Goidanich é visto no Itamaraty como um robô teleguiado por Olavo de Carvalho, alguém que transformou a Funag em um bunker ideológico e um difusor das ideias do “guru da Virgínia”. Blogueiros e militantes “olavistas” tornaram-se presenças constantes em seminários e palestras da Funag.

O Palácio do Planalto tem encontrado dificuldades para definir o destino do Ernesto Araújo. A ideia inicial de Jair Bolsonaro era nomeá-lo para uma embaixada de destaque. Trata-se, inclusive, de uma tradição do Itamaraty: quando cai, o ex-chanceler costuma ser designado para um posto diplomático de primeiro nível. No entanto, dificilmente o nome de Araújo seria aprovado pelo Senado. Dessa forma, outra solução cogitada é a indicação para um organismo multilateral. Há cargos vagos da cota brasileira na OEA e a OMC. Neste caso, a nomeação não precisaria passar pelo Senado. Ainda assim, não vai ser simples: o filme de Araújo está bem queimado nessas entidades.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.03.21

Chanceler invisível

Corre no Itamaraty a informação de que diplomatas aposentados estariam preparando um manifesto contra a participação – ou melhor – a omissão do chanceler Ernesto Araújo nas tratativas para a compra de vacinas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.03.21

Siga o mestre

Segundo informações auscultadas pelo RR junto ao Palácio do Planalto, o próprio presidente Jair Bolsonaro teria incentivado Ernesto Araújo a subir o tom no “bate-boca” com Gilmar Mendes no Twitter, na semana passada. Araújo não decepcionou o chefe.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.02.21

Araújo, Ernesto Araújo

“000”. É assim que funcionários do Itamaraty têm se referido, em tom jocoso, ao chanceler Ernesto Araújo. A alcunha é uma alusão à recente capa da revista bolsonarista “A Verdade”, em que Araújo aparece caracterizado como James Bond.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.02.21

Deslocado

Corre no Itamaraty que Ernesto Araújo poderá ser deslocado para a Embaixada do Brasil em Lisboa. Seria o seu prêmio de consolação no caso de saída do Ministério.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Segundo informação filtrada junto ao Ministério da Agricultura, Rio Grande do Sul e Paraná receberão, até maio, o certificado de “Zona Livre de Febre Aftosa sem Vacinação” da Organização Mundial de Saúde Animal. O selo deverá abrir novos mercados para frigoríficos dos dois estados. Entre ameaças de embargos a produtos agropecuários e bloqueios aéreos, trata-se de um raro sinal verde do mundo ao Brasil de Bolsonaro.

Sabia dessa, Ernesto Araújo? Com a crescente demanda da China, os frigoríficos brasileiros têm reduzido as vendas para outros mercados para privilegiar o país asiático. Nos 20 primeiros dias de janeiro, por exemplo, as exportações de carne bovina para a América do Sul caíram 10% na comparação com igual período em 2020.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.