Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
31.07.19

Relatos do cárcere

Eduardo Cunha quebrou a “paz” de Bangu 8 na manhã da última sexta-feira. Policiais foram ao presídio para conduzir o ex-deputado a prestar depoimento à Justiça. No entanto, Cunha reagiu, com vigor, e acionou seus advogados. A defesa alegou que não havia respaldo jurídico para a condução e conseguiu suspender o depoimento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.19

Preso comum

Desde que deixou Curitiba e passou a ocupar uma cela em Bangu 8, Eduardo Cunha tem recebido apenas familiares e seus advogados. Até o momento, nenhum político e muito menos algum velho aliado do MDB do Rio – entre os que estão soltos, claro – foram visitá-lo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.05.19

Os dados de Cunha

A defesa de Eduardo Cunha joga com duas peças no tabuleiro: nos próximos dias deverá pedir um novo habeas corpus enquanto o STF não se pronuncia sobre o recurso de anulação da condenação do ex-deputado a 14 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.04.19

Sondagem

Nos últimos dias, caciques políticos, empresários e mesmo magistrados vêm rondando discretamente Danielle Dytz da Cunha, filha de Eduardo Cunha.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.03.19

Cunha quer ver o sol

O RR apurou que, nos próximos dias, a defesa de Eduardo Cunha entrará com recurso no Tribunal Regional Federal da 4a Região pedindo a passagem do ex-deputado para o regime semiaberto. A petição deverá se basear na unificação dos processos em que Cunha foi condenado, nos quais já cumpriu um sexto da pena no Complexo Médico-Penal de Pinhais (PR).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.11.18

Eduardo Cunha está presente?

Erick Bill Vidigal está cotado para assumir a subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil no governo Bolsonaro. Seu nome conta com o importante apoio do próprio Onyx Lorenzoni, futuro titular da Pasta. Filho do ex-ministro do STJ Edson Vidigal, o jurista ocupa hoje a cadeira de subchefe adjunto da área jurídica da Casa Civil. Integra também a Comissão de Ética da Presidência da República. Mas, como quase sempre, há um “porém”. O senão à indicação é a sua sinuosa ligação com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. Vidigal foi levado para o governo por Gustavo Rocha, atual subchefe da área jurídica da Casa Civil. Este, por sua vez, chegou ao Ministério pelas mãos de Cunha, para quem advogou. Vidigal sempre negou a conexão direta com o ex-parlamentar. No entanto, além da relação com Rocha, em 2016 ficou célebre por publicar um artigo afirmando que beneficiários de trusts não são necessariamente seus proprietários – justamente a tese pregada pela defesa de Cunha.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.09.18

Genética

Lula não detém a exclusividade na produção de “postes” eleitorais. Nos cálculos do MDB, Danielle Cunha terá mais de 110 mil votos para deputada federal. Caso se confirme, significa dizer que o orgulhoso pai Eduardo Cunha terá transferido à rebenta metade da votação que recebeu em 2014. Nada mal para uma moça que até outro dia era uma anônima e circulava discretamente pelos corredores do Congresso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.08.18

Cunha presente

O deputado federal Marcelo Aro (PHS) está mais engajado na campanha de Henrique Meirelles do que boa parte dos parlamentares do próprio MDB. Cria de Eduardo Cunha, Aro acumula a cadeira na Câmara com uma diretoria da CBF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.05.18

Playground do Cunha

A Operação Greenfield está triscando em um fundo de pensão do setor elétrico que já foi o playground de Eduardo Cunha.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.04.18

Zona do agrião

Eduardo Cunha fincou raízes firmes na CBF. A bancada da bola já se mexe para garantir a permanência do deputado federal Marcelo Aro na nova gestão da CBF, eleita ontem. Aro, cria do ex-presidente da Câmara, ocupa a diretoria de ética da entidade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.