fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
04.05.22

Ação e reação

Líderes da bancada do Amazonas no Congresso, como o senador Eduardo Braga, articulam a boca miúda a convocação do ministro Paulo Guedes. O ministro seria chamado para esclarecer os critérios da redução do IPI, que tem sério impacto sobre as indústrias da Zona Franca.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.01.21

Vem mais por aí?

Parlamentares da Amazônia – à frente o senador Eduardo Braga – preparam uma “carreata” até o Palácio do Planalto para pedir incentivos à Zona Franca. Temem a saída de mais empresas da região, a exemplo da Sony.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.05.20

Agenda fora de hora

Jair Bolsonaro comprometeu-se com parlamentares do Amazonas – à frente o senador Eduardo Braga – em conceder um novo aumento do crédito tributário sobre o IPI para os fabricantes de refrigerantes da Zona Franca. Em fevereiro, Bolsonaro assinou decreto estipulando um benefício de 8%. A indústria, que reúne dos pesos-pesados AmBev e Coca-Cola a fabricantes locais, como Amazon e Magistral, quer um aumento gradativo dos créditos até 16%. Trata-se de uma agenda cheia de arestas: o Ministério da Economia já foi contrário ao decreto de fevereiro. Imaginem em relação à extensão do benefício…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.20

Lobby amazônico

Parlamentares da Amazônia, à frente o senador Eduardo Braga (MDB-AM), vão levar ao presidente Jair Bolsonaro propostas de redução de alíquota para diversos setores industriais da Zona Franca de Manaus. Vão ter de pegar senha e entrar no fim da fila.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.05.19

A “reforma da Previdência” de Eduardo Braga

O Ministério Público do Amazonas vai recorrer da decisão proferida pelo desembargador Aristóteles Lima Thury, na semana passada, restabelecendo o pagamento de pensão vitalícia de R$ 30,4 mil ao ex-governador e hoje senador Eduardo Braga. Thury reformou determinação anterior do juiz Cesar Luis Bandiera, que havia proibido o benefício. Os procuradores pretendem levar o caso até o STF, alegando que o pagamento é inconstitucional.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.08.17

Candidato do PMDB, sem o PMDB

Boa parte do PMDB virou as costas para a campanha de Eduardo Braga, candidato do partido no segundo turno das eleições no Amazonas. É o troco pelo fato de Braga, ex-ministro de Dilma Rousseff, ter se mantido contra o impeachment. Em maio, Braga já havia experimentado um petit dejeuner da vendetta de Temer com a demissão da então superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, que ele havia indicado para o cargo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.02.16

Sal grosso

 O ministro Eduardo Braga, de Minas e Energia, tem um número macabro sobre a mesa. Levantamento feito recentemente pelo Ministério aponta que até o ano que vem 100 usinas de cana-de-açúcar estarão em recuperação judicial, quase um terço do setor. Não falta muito para que o número seja atingido, pois 79 unidades já estão nessa situação.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.10.15

Zona franca

 Os ministros Eduardo Braga e Armando Monteiro e o senador Jader Barbalho se engalfinham pelo direito de nomear o nº 1 da Suframa. Enquanto isso, a Zona Franca caminha para fechar um ano inteiro sem superintendente. Alô, alô, base aliada!

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

07.10.15

Yin Yang

O samba do crioulo doido toca em alto e bom som no setor elétrico. Na última quinta-feira, ao fim de um evento da Abraceel, o ministro Eduardo Braga repetia que o interesse dos investidores pelo leilão de hidrelétricas, previsto para 6 de novembro, “é muito grande”. A poucos metros, no outro canto da sala, dirigentes do setor falavam aos jornalistas da expectativa de baixíssimo quorum na licitação, devido à falta de crédito na praça.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.08.15

Fora do lugar

O governo discute a transferência da sede da ANP do Rio de Janeiro para Brasília. O principal defensor da mudança é o próprio ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. Sentido não faz nenhum. Além da Petrobras, praticamente todas as petroleiras que operam no país estão sediadas no Rio. Procurada, a ANP disse não ter “previsão sobre o assunto.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.