Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Dolly Refrigerantes

Relacionados

20.02.19

“Dolly Repórter”

O empresário Laerte Codonho, dono da Dolly Refrigerantes e acusado em um dos maiores casos de sonegação fiscal do Brasil, pretende lançar mão de táticas pouco usuais para a sua defesa. Entre outros expedientes, teria encomendado a produção de um “documentário”, que combinaria uma exaltação a sua trajetória empresarial com denúncias contra ex-funcionários da Dolly, que seriam os responsáveis pelas fraudes tributárias de R$ 4 bilhões imputadas à companhia. No fim do ano, o empresário foi afastado judicialmente da gestão da Dolly.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.07.18

Guaraná sem gás

O deputado federal Celso Russomanno está apreensivo com a situação da Dolly Refrigerantes, de Laerte Codonho. Acusada de sonegar R$ 4 bilhões em impostos, a empresa já fechou uma fábrica e entrou em recuperação judicial. Codonho sempre foi um leal amigo de Russomanno.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.05.18

“Bancada da Dolly”

As investigações da Polícia Federal contra o dono da Dolly Refrigerantes, Laerte Codonho, preso ontem, em São Paulo, vão além das graves acusações de fraude fiscal – informação antecipada pelo RR na edição de 1 de novembro de 2017. A PF apura também a denúncia de que a empresa teria feito doações ilegais de campanha para um grupo de parlamentares. O maior beneficiado seria um notório deputado federal que disputou – e perdeu – as eleições municipais de 2014. Consultada, a companhia informou que “A prisão temporária de Laerte Codonho, detentor da marca Dolly, é injusta. Laerte Codonho sempre colaborou com as autoridades e tem certeza que provará sua inocência.” A Polícia Federal não se manifestou.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.