fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
13.08.20

Erva daninha

Parlamentares da bancada ruralista defendem a candidatura da ministra Tereza Cristina à presidência da Câmara, em 2021. Tereza sente o cheiro de pólvora de fogo amigo, de gente do próprio DEM que quer tirá-la da Pasta da Agricultura. Por enquanto, a ministra é irremovível.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.07.20

A peste e a praga

Aparentemente a nuvem de gafanhotos não vai chegar nem ao Sul do Brasil. Mas a ministra Tereza Cristina já tinha se movimentado no Ministério da Economia para garantir uma eventual dotação orçamentária. A ministra sabe que está concorrendo com a pandemia na disputa por verba. Ainda bem que os gafanhotos deverão seguir outro caminho.

Por falar em praga, Tereza Cristina já identificou outra nuvem de gafanhotos, essa vindo do seu próprio partido, o DEM, para derrubá-la da Pasta da Agricultura.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.06.20

Índice de rejeição

No que depender de Luiz Henrique Mandetta, as portas do DEM estão abertas para o ex- colega de governo Sergio Moro. Já não se pode dizer o mesmo de outros caciques do partido, a começar por Rodrigo Maia. Ainda há muito ressentimento com o ex-juiz da época da Lava Jato.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.05.20

O fritador da República

Após a fritura de Luiz Henrique Mandetta e uma frustrada tentativa de flambar Paulo Guedes, agora é a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que está na frigideira de Onyx Lorenzoni. Ambos são do DEM, como era Mandetta. Fidelidade partidária está longe de ser um atributo de Lorenzoni.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.05.20

Chão de estrelas

Rodrigo Maia está preocupado, desde já, em administrar os egos e picuinhas internas entre dois potenciais candidatos do DEM ao governo do Mato Grosso do Sul em 2022: Luiz Henrique Mandetta e Teresa Cristina. Isso se Mandetta não decidir voar mais alto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.04.20

Head hunter

Com altos índices de aprovação, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), está sendo cortejado pelo DEM. O partido de Rodrigo Maia não nolha necessariamente para outubro deste ano, quando Kalil concorrerá à reeleição, mas para a disputa do governo de Minas Gerais em 2020.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.04.20

Desertores

Além do governador Ronaldo Caiado, o presidente Jair Bolsonaro começa a perder aliados no Legislativo. Vicelíder do governo no Congresso, o deputado Pedro Lupion (DEM-PR) está por um triz para deixar a função.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.03.20

Fogo amigo

O ministro Luiz Henrique Mandetta confidenciou a pessoas próximas ter se sentido traído pelo governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, companheiro de DEM. Sem qualquer sinalização prévia, Mendes rompeu com as normas de controle recomendas pelo Ministério da Saúde e pela OMS, liberando a abertura de shoppings e de todo o comércio no estado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Além do Aliança pelo Brasil e do MDB, o DEM também colocou uma ficha de filiação na mão de José Luiz Datena. O script é comum atodos: o apresentador conversa com os três partidos, blefa, diz que vai e, na hora H, recua, sempre fazendo uma exigência a mais. E assim vai mantendo o seu “show político” e segurando a audiência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.02.20

A dupla face do DEM

Onyx Lorenzoni confidenciou a um interlocutor, fonte do RR, que a crise na Casa Civil serviu ao menos para “descobrir” quem é quem no seu partido. O “DEM” de David Alcolumbre empenhou-se pela sua permanência no cargo; já o “DEM” de Rodrigo Maia lavou as mãos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.