fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
05.11.20

Vaticano

De primeira: Damares Alves aguarda o pós-pandemia para solicitar uma audiência com o Papa Francisco. Quer apresentar os resultados dos programas federais de combate à violência contra crianças e adolescentes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.10.20

Auxílio emergencial para a terceira idade

A ministra Damares Alves recorreu diretamente ao presidente do Senado, David Alcolumbre, na tentativa de acelerar a votação do projeto que libera um crédito extraordinário de R$ 160 milhões para a Pasta da Mulher e da Família. O recurso emergencial será destinado a casas de repouso para idosos. Segundo a fonte do RR ouviu da própria Damares, Alcolumbre garantiu que de novembro não passa. A ver.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.10.20

Apagando rastros

Damares Alves já recebeu determinação do Palácio do Planalto para afastar os quatro assessores do Ministério da Mulher investigados por realizar transações financeiras suspeitas com o blogueiro Oswaldo Eustáquio. Ele é acusado pelo STF de propagar fake news e de incitar atos anti-democráticos. Ao que parece, Eustáquio poderia se sentir em casa na Pasta. Não custa lembrar que a mulher do blogueiro, Sandra Terena, também tinha um cargo no Ministério de Damares. Foi exonerada no início deste mês.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.10.20

Operação blindagem

A AGU já foi acionada para ajudar na “defesa” da ministra Damares Alves. O TCU investiga possíveis irregularidades na transferência de recursos do Ministério da Mulher e da Família, comandando por Damares, para a Secretaria Nacional da Juventude. O dinheiro foi usado no pagamento de bolsas a funcionários e pessoas vinculadas à Secretaria. As somas são pequenas – em junho, não passaram de R$ 127 mil. O problema é que a CGU teria orientado a ministra a suspender os repasses.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.10.20

Help me

A extremista Sara Winter está tentando de todas as maneiras ser recebida pela ex-chefe Damares Alves, com quem trabalhou em 2019. A ministra finge que não é com ela.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.09.20

Limpeza de área

Damares Alves procura um nome para substituir Sandra Terena na Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Dignidade Racial. A mobilização pelo afastamento de Sandra teria partido sobretudo da ala militar do Palácio do Planalto. Ela é casada com o blogueiro Oswaldo Eustáquio, acusado pelo STF de produzir fake news e incitar atos antidemocráticos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.09.20

Direitos humanos em curta metragem

O governo brasileiro está produzindo um filmete de três minutos que será encaminhado à Assembleia Geral do Comissariado dos Direitos Humanos da ONU, marcada para novembro, em Genebra. No vídeo, o Brasil tentará desfazer a polêmica com as Nações
Unidas e ONGs do setor. O governo vai se manifestar favoravelmente à inclusão da expressão “direitos sexuais e reprodutivos das mulheres” nos documentos oficiais da entidade. Desde que a prerrogativa não signifique aval ao aborto. Spoiler do RR: a produção terá depoimentos dos ministros Ernesto Araújo e Damares Alves. Tem tudo para confundir em vez de explicar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.09.20

A verdadeira “namoradinha do Brasil”

O PSL, que de dia é anti-Bolsonaro e de noite flerta com a volta do Capitão, vem cortejando a ministra Damares Alves com a possibilidade de uma candidatura ao governo de São Paulo em 2022. Damares está na crista da onda. O PP, que também a convidou para as suas fileiras, já apresentou à ministra uma pesquisa mostrando altos índices de popularidade em oito estados.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.08.20

Todas as mulheres de Bolsonaro

Damares Alves vai lançar hoje uma campanha do Ministério da Família em defesa da maior presença de mulheres na política. Faltou combinar dentro de “casa”. A causa é rechaçada por parlamentares da própria base aliada de Bolsonaro, a começar pela deputada Caroline de Toni. Discípula de Olavo de Carvalho, Caroline é autora de projeto de lei que propõe acabar com a cota de 30% de candidatas mulheres.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.08.20

Gripezinha

Damares Alves foi orientada pelos médicos a refazer o teste para a Covid-19 nesta semana. O primeiro exame deu negativo. A ministra teve uma agenda com Michele Bolsonaro dois dias antes da primeira-dama ser diagnosticada com a doença.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.