Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
03.09.19
ED. 6192

A plenos pulmões

Os servidores do CNPq podem até não entrar em greve, como assegura o presidente João Luiz Azevedo, mas vão fazer barulho. De atos públicos a manifestos nas redes sociais, estão organizando uma série de ações contra os cortes orçamentários e o risco iminente de suspensão dos pagamentos de bolsas de estudo. Apostam, sobretudo, na repercussão internacional dos protestos, neste momento em que a Amazônia transformou o Brasil em alvo de grandes potências internacionais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.08.19
ED. 6183

Estudo sem bolsa

Entre travar uma indesejável queda de braço com Paulo Guedes ou deixar de pagar os bolsistas do CNPQ, o ministro Marcos Pontes parece já ter feito sua escolha. O astronauta é só silêncio sobre os R$ 300 milhões que o Conselho precisa para honrar as bolsas de estudo entre setembro e dezembro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.07.19
ED. 6159

Endereço errado

Uma agenda espinhosa aguarda pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, na próxima semana, quando ele retornará a Brasília após alguns dias de licença. A diretoria do CNPQ e representantes da área científica querem uma audiência para cobrar a prometida e não cumprida liberação de verbas para o pagamento de bolsas e pesquisas. O déficit ultrapassa os R$ 300 milhões. Talvez seja caso de bater à porta de Paulo Guedes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.07.19
ED. 6150

Currículos vão esperar

A atualização tecnológica da plataforma Lattes, antigo pleito do CNPq e da comunidade acadêmica, está programada para meados de 2020. Segundo o próprio Ministério da Ciência e Tecnologia informou ao RR, seu plano de ação prevê, primeiro, a atualização da plataforma Carlos Chagas e posteriormente sua integração tecnológica ao Lattes. Já não era sem tempo: a plataforma é a mesma há 20 anos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.