fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
13.07.20

Mais três meses na cola das seguradoras

O senador Jorginho Mello (PL-SC), presidente da CPI que apura a falta de pagamento de indenizações aos familiares das vítimas do acidente aéreo com a equipe da Chapecoense, vai pedir nesta semana mais prazo para a conclusão dos trabalhos. O relatório final deveria ficar pronto na primeira semana de agosto, mas, com a prorrogação, os senadores terão mais 90 dias de investigações e depoimentos. Entre os principais alvos da Comissão estão a seguradora Tokio Marine e a corretora de seguros AON. Ambas atuaram diretamente na negociação de contrato da seguradora boliviana Bisa Seguros com a companhia aérea LaMia. Em depoimento à CPI em março, o presidente da Tokio Marine no Brasil, José Adalberto Ferreira, irritou os senadores com respostas evasivas e a recorrente afirmação de que não tem conhecimento suficiente sobre o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.12.16

Fast track

Uma rara bola dentro da CBF. A entidade fechou um acordo com a Itaú Seguros para que as apólices dos atletas da Chapecoense comecem a ser pagas ainda neste mês. Consultada, a seguradora confirmou que o primeiro pagamento ocorrerá nos próximos dias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.12.16

Pé de apoio

Como gesto simbólico, há uma mobilização da diretoria da Caixa Econômica para antecipar a renovação do contrato de patrocínio à Chapecoense, que expira em janeiro. Procurado, o banco confirmou “ter interesse em seguir com a parceria”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.