Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
28.08.19

Monteiro em dose dupla

O ex-presidente da Petrobras Ivan Monteiro recebeu um convite casado para assumir um assento não apenas no Conselho de Administração da Light, mas também da Cemig, sua controladora. Não custa lembrar que, como diretor financeiro da estatal, Monteiro esteve à frente do processo que culminou com a privatização da BR Distribuidora.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.08.19

Linha de montagem

O Grupo Algar tem interesse na aquisição da Copel Telecom. Parece ser especialidade da casa. No ano passado, a Algar arrematou o braço de telecomunicações de outra estatal do setor elétrico, a Cemig.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.07.19

Encanto

O governador Romeu Zema anda encantado com Cledorvino Belini, presidente da Cemig. Acredita que o ex-Fiat daria um ótimo “CEO de Minas Gerais”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.07.19

GP prepara o bote sobre a Light

A GP está em tratativas avançadas para a compra da participação da Cemig na Light. Segundo uma fonte que participa das negociações, a operação seria dividida em dois atos – o primeiro, consumado na semana passada. A GP teria comprado um lote significativo de ações no follow-on da Light, oferta subsequente de ações que movimentou R$ 2 bilhões. O passo seguinte seria a incorporação da participação da Cemig, que caiu para aproximadamente 23% com o aumento de capital. Ao todo, a estatal mineira arrecadaria mais de R$ 4 bilhões. De acordo com a mesma fonte, a GP ficaria com mais de 35% da Light, o suficiente para transformá-la no maior acionista individual. A operação, ressalte-se, só poderá ser sacramentada em meados de outubro, quando se encerra o período de quarentena no qual os sócios da empresa estão proibidos de vender suas ações. Procuradas, GP e Cemig não se pronunciaram. Segundo o RR apurou, um grande fundo internacional que tambémestava na disputa pela Light deixou a mesa de negociações nesta semana, após a participação da GP no follow-on. O acordo com a gestora conta com a simpatia de conselheiros da Cemig e, sobretudo, da presidente da Light, Ana Marta Horta Veloso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.06.19

Santo de casa

Romeu Zema tem uma missão especial para Cledorvino Belini, presidente da Cemig: atrair montadoras para a produção de carros elétricos em Minas Gerais. Zema está convicto de que Belini – com seus 30 anos de indústria automobilística – é o homem certo no lugar certo. Principalmente se começar convencendo sua antiga casa, a Fiat – o executivo comandou a empresa na América Latina por uma década.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.05.19

Fio desencapado

A Andrade Gutierrez desponta como um entrave à saída da Cemig na Usina de Santo Antônio. A empreiteira estaria impondo uma série de exigências para negociar sua participação em conjunto com a estatal mineira na usina, como quer a chinesa SPIC. Fosse em outros tempos, Sergio Andrade e Aécio Neves resolveriam as pendências num estalo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.05.19

Cemig de saída

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, trabalha pela retomada do processo de venda do controle da usina de Santo Antônio. Zema é um dos maiores interessados no negócio: estima-se que a venda da participação na hidrelétrica possa render cerca de R$ 1,5 bilhão para a Cemig. O candidato mais forte ao negócio é a chinesa State Power Corporation (Spic).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.03.19

Tudo a seu tempo

A reestruturação societária da Renova, braço de energia renovável da Cemig, é apenas o aquecimento. O governo de Minas Gerais aguarda o desfecho da operação para reabrir o processo de venda da Light.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.02.19

Cemig acelera venda de ativos

Segundo o RR apurou, o novo presidente da Cemig, o ex-Fiat Cledorvino Bellini, deverá apresentar em até 30 dias uma versão revigorada do plano de desmobilização de ativos da estatal. De acordo com a mesma fonte, a empresa deverá reduzir sua exposure na área de transmissão. Procurada pelo RR, a Cemig diz “desconhecer a informação”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.01.19

Corrida pela Light

A Cemig reabriu as tratativas para a venda do controle da Light. A novidade é a presença da Vinci Partners, de Gilberto Sayão, do outro lado da mesa. Disputa o negócio com antigos pretendentes como a chinesa State Grid, dona da CPFL, e a italiana Enel, controladora da Ampla

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.