fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
04.11.20

Arena Covid

Enquanto os países europeus cogitam uma nova paralisação dos campeonatos com o repique dos casos de Covid-19, o governo Bolsonaro pressiona a CBF a retomar a realização de jogos de futebol com público. “Pressiona” talvez não seja bem o termo. O que Jair Bolsonaro pede, o presidente da entidade, Rogério Caboclo, atende.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.10.20

Jogo estranho

A CBF está monitorando, com os dois pés atrás, projetos de bitcoins desenvolvidos por clubes brasileiros. Há um temor por parte da própria Fifa de que as criptomoedas escondam lavagem de dinheiro e sirvam de laranjal para investidores serem donos de passes de jogadores – o que é proibido em todo o mundo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.10.20

Pra frente, Brasil

O súbito encantamento de Jair Bolsonaro pela TV Brasil deve ser creditado na conta do chefe da Secom, Fabio Wajngarten. Foi dele a ideia de que a emissora estatal passasse a transmitir jogos da seleção brasileira em parceria com a CBF. Wajngarten vislumbra a oportunidade do governo Bolsonaro surfar no aumento da audiência da rede. E dizer que o presidente assumiu decidido a fechar a TV Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.10.20

Pra frente Brasil

A dobradinha entre Jair Bolsonaro e Rogério Caboclo, presidente da CBF, está a mil. A entidade já estuda comprar os direitos de transmissão de Uruguai x Brasil, no dia 17 de novembro, e repassá-los generosamente à TV Brasil. Foi o que ocorreu na última terça-feira, quando a emissora estatal exibiu a partida da seleção contra o Peru, numa transmissão recheada de agradecimentos e afagos a Bolsonaro e Caboclo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.10.20

A bomba biológica rubro-negra

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, tem feito forte carga junto à cúpula da CBF e ao governador em exercício do Rio, Claudio Castro, pela reabertura dos estádios ao público. Costuma usar a proximidade com Jair Bolsonaro e o apoio do presidente à medida como instrumento de pressão. Utiliza-se também da ameaça de demissões de funcionários do Maracanã caso os jogos sigam sendo disputados com portões fechados. Para Landim, o repique no número de casos da Covid-19 no Rio é apenas um detalhe. Não custa lembrar que uma partida de futebol – Atalanta x Valencia, em março – foi considerada pelos epidemiologistas europeus uma “bomba biológica” que fez explodir a contaminação da Covid-19 tanto na Itália quanto na Espanha. Turistas e jornalistas espanhóis que viajaram para acompanhar a partida voltaram contaminados e aceleraram a disseminação do vírus entre os espanhóis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.08.20

Pouso forçado

Pressionadíssima pela pandemia, a Gol estuda reduzir drasticamente seus gastos com marketing. Um dos investimentos sob risco é o
patrocínio à seleção brasileira. O atual contrato com a CBF vai até meados de 2021.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.08.20

Stakeholders

No rastro da pandemia e da crise nos clubes, a CBF tem feito lobby junto à Fifa pela autorização de que investidores voltem a ter participações nos direitos econômicos de jogadores. A prática está proibida desde 2014. Ao menos formalmente…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.07.20

Impedimento

A cúpula da CBF está bastante apreensiva com o recomeço da Copa Libertadores, previsto para 15 de setembro. Com a goleada da Covid-19 no Brasil e as restrições a voos provenientes do país, é provável que os clubes sejam obrigados a fretar aviões para disputar a competição. Isso se os jogadores brasileiros forem autorizados a zanzar pela América.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.20

Crowdfunding FC

Há um pleito dos grandes clubes de futebol para que a suspensão dos pagamentos do Profut – uma espécie de “Refis da Bola” – seja estendida até o ano que vem.

Os 20 clubes da Série C do Campeonato Brasileiro pressionam a CBF para a liberação de um novo aporte de R$ 4 milhões. Valor igual foi rateado no início da crise do novo coronavírus, em abril. Não deu nem para a saída: os R$ 200 mil recebidos por cada clube já evaporaram faz tempo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.06.20

Pandemia deixa o Brasil em impedimento no mapa do futebol

O Brasil está ameaçado de sofrer um isolamento no mapa do futebol sul-americano. O país, epicentro do coronavírus na região, é visto como o grande obstáculo para a realização de competições que movimentam mais de R$ 1,5 bilhão – Libertadores, Sul-Americana, Recopa e as eliminatórias da Copa do Mundo. Segundo o RR apurou, a cúpula da Conmebol, órgão máximo do futebol no continente, já discute a hipótese de retomada dos torneios, a partir de agosto ou setembro, sem jogos em solo brasileiro.

Seria a condição para a participação dos clubes nacionais e da própria seleção brasileira. Apenas jogadores e membros da comissão técnica testados para a Covid-19 teriam autorização para viajar aos países vizinhos. É mais uma sequela da trôpega gestão da pandemia pelo governo Bolsonaro. A CBF trabalha nos bastidores na tentativa de evitar essa quarentena para o futebol brasileiro.

No entanto, de acordo com a mesma fonte, dirigentes de outros países têm manifestado o receio de que suas equipes circulem por aeroportos, hotéis e estádios brasileiros. No jogo da pandemia, a América do Sul dá uma goleada no Brasil. Na média, os países da região registram 2,7 mil infectados e 85 mortes para cada milhão de habitantes. No Brasil, esses índices alcançam 4,3 mil contaminados e 214 óbitos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, enviou sinais a dirigentes de clubes de que já trabalha pela reprovação da MP 984, editada por Jair Bolsonaro com o propósito de alterar as regras para a venda de direitos de transmissão no futebol brasileiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.