Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
28.05.18
ED. 5876

Agenda 15

A Casa Civil ressuscitou o projeto de privatização da Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais (Casemg) e da CeasaMinas. Pelo andar da carruagem, é mais um plano de desestatização do governo Temer que será anunciado para nada acontecer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.01.18
ED. 5788

Colisão jurisdicional sobre os céus da Pampulha

Às portas das novas licitações no setor aeroportuário, Casa Civil, Ministério dos Transportes e Anac têm não mais do que três dias úteis para evitar uma barbeiragem jurisdicional que servirá de mau exemplo aos investidores. Apesar das seguidas gestões feitas nos últimos dias, até ontem o governo não havia conseguido sensibilizar o TCU a permitir a retomada dos voos interestaduais na Pampulha. A última bala é um possível recurso da AGU, medida que era discutida na tarde de ontem em Brasília. O ministro Bruno Dantas, do TCU, determinou cautelarmente a suspensão da reabertura da Pampulha, por entender que ela prejudica o consórcio liderado pela CCR, responsável pelo outro aeroporto de BH, Confins. Trata-se de uma razoável lambança originada no próprio governo, que decidiu recolocar a Pampulha no jogo para afagar parlamentares mineiros. Até ontem, a Gol continuava a vender passagens do aeroporto com destino a São Paulo, Ribeirão Preto e Três Lagoas para voos a partir do próximo domingo, dia 22. Procurada, a empresa confirmou a venda e disse que “não comentará o assunto até novo posicionamento da Anac.” Por sua vez, a agência informou que, “caso a norma tenha seus efeitos suspensos, oficiará as empresas aéreas sobre os slots distribuídos”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.11.17
ED. 5756

Privatização nos trilhos

A Casa Civil está formatando um plano para a privatização da velha CBTU – a Companhia Brasileira de Trens Urbanos -, que opera os metrôs de Belo Horizonte e de Recife e o sistema ferroviário de João Pessoa, Natal e Fortaleza.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.