fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Avianca Holdings

20.06.22

Risco Efromovich paira sobre Gol e Avianca

Os acionistas da Gol e da Avianca já enxergam um contencioso em seu radar. Segundo uma fonte envolvida nas negociações, o empresário German Efromovich estaria se movimentando para brecar na Justiça a fusão entre as duas companhias. Seu alvo seria o desafeto Roberto Kriete, um dos sócios da nova empresa. A disputa jurídica remonta à turbulenta saída de Efromovich da colombiana Avianca Holdings, em 2019. Kriete foi personagem chave do imbróglio, ao assumir a dívida de US$ 450 milhões da companhia junto à United Airlines e articular junto com os norte-americanos a retirada do empresário da direção e  do capital da Avianca. Efromovich alega, desde então, ter direito a uma indenização.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.07.20

A nova viagem de German Efromovich

German Efromovich não perde a pose. Tem sinalizado a credores da colombiana Avianca Holdings que está liderando um pool de investidores, notadamente da América Central, para recomprar o controle da companhia. Seriam os mesmos investidores que estão ao seu lado na suposta oferta para a aquisição da Alitalia. Bancos e fornecedores, que já conhecem Efromovich de outros carnavais, levam pouca ou nenhuma fé na promessa de um aporte de US$ 400 milhões. O empresário, não custa lembrar, perdeu o controle da Avianca Holdings para o sócio salvadorenho Roberto Kriete. Posteriormente, a companhia entrou em recuperação judicial.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.11.19

A nova rota de Efromovich

German Efromovich já desistiu de retomar a gestão da Avianca Holdings. Segundo o RR apurou, vai concentrar artilharia para arrancar uma indenização da empresa e de seu desafeto Roberto Kriete, dono de 22% da companhia aérea por meio da Kingsland. Inadimplente no pagamento de uma dívida de US$ 450 milhões à United, Efromovich perdeu o direito a voto na Avianca Holdings. Kriete assumiu o manche da empresa, com aval dos norte-americanos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.09.19

Aquela Avianca é outra…

A Avianca Holdings, da Colômbia, já teria gasto mais de US$ 20 milhões em publicidade nos países da América do Sul para esclarecer que não tem (mais) nada a ver com a Avianca Brasil. Ambas tinham em comum o controlador, German Efromovich. A brasileira entrou em recuperação judicial. A Avianca Holdings, agora sob o comando do investidor Roberto Kriete, não chegou a tanto, mas também não vai lá muito bem das pernas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.