fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
27.04.22

Fio desencapado

O presidente da Câmara, Artur Lira, e Valdemar da Costa Neto estão duelando nos bastidores para emplacar um apadrinhado na presidência da Chesf.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O Palácio do Planalto articula com o presidente da Câmara, Artur Lira, para que ele coloque em votação ainda nesta semana o projeto de lei que garante a liberação de recursos extraorçamentários para o Plano Safra 2021-2022. Por ora, as novas contratações de financiamentos estão suspensas. De acordo com uma fonte do Ministério da Agricultura, os pedidos acumulados somam cerca de R$ 23 bilhões. O governo tem pressa: boa parte desses pleitos é para o plantio da safra de inverno, que já começou.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.03.22

O nome de Bolsonaro para o Tribunal de Contas

Segundo informação filtrada do Palácio do Planalto, a deputada Bia Kicis (PL-SP) entrou no páreo por uma cadeira no TCU, na indicação que cabe à Câmara. A parlamentar tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro e do seu núcleo político, a começar pelos filhos Eduardo e Flavio Bolsonaro, para ocupar a vaga de Ana Arraes na Corte. O bolsonarismo perderia uma colaboradora combativa e fiel no Congresso; por outro lado, ganharia uma ministra leal no TCU, por onde passam questões nevrálgicas para o Palácio do Planalto – da privatização da Eletrobras ao programa de concessões de infraestrutura. A disputa, no entanto, é intricada. Até o momento, o nome mais forte para a vaga é o do deputado Jhonatan de Jesus, que tem o apoio de Artur Lira – ver RR de 24 de fevereiro. Ressalte-se que as articulações dentro da Câmara para a indicação do substituto de Ana Arraes no TCU ganharam um aditivo. Nos últimos dias, circula no Congresso a informação de que a ministra poderá antecipar para abril a sua aposentadoria do Tribunal de Contas, inicialmente programada para julho. Ana deverá disputar as eleições, provavelmente à Câmara ou ao Senado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.01.22

Os usineiros agradecem

Artur Lira está usando de todo o seu prestígio junto a Jair Bolsonaro para convencê-lo a voltar atrás e assinar a MP que permite e venda direta de combustíveis aos postos. O alagoano Lira fala, sobretudo, pelos usineiros do Nordeste, que estariam entre os principais beneficiados com a medida.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.08.21

S de “salvação”

O ex-deputado Sandro Mabel, presidente da Federação das Indústrias de Goiás, está numa cruzada para evitar cortes nas verbas do Sistema S. Tem conversado dia sim e o outro também sobre o assunto com presidente da Câmara, Artur Lira. E tome pedrada em Paulo Guedes. Procurado, Mabel confirmou as tratativas com Lira sobre o tema.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

07.04.21

E a reforma tributária vai ficando para depois

Em conversas reservadas com lideranças partidárias, Artur Lira já fala em prorrogar até o fim de maio o funcionamento da Comissão Mista da reforma tributária. É uma forma de ganhar tempo e empurrar o projeto com a barriga.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.03.21

Bem na foto

Pode ser só mise en scène, mas Artur Lira parece disposto a ter protagonismo na compra de vacinas. Após a reunião remota com o presidente da Assembleia Popular Nacional da China, Li Zhanshu, articula agora um encontro com o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.03.21

Não interessa a cor do gato se o inimigo é o rato

Nem Paulo Guedes, nem Artur Lira, com os quais já tratou do assunto. O governador do Rio, Claudio Castro, está apostando todas as suas fichas em Flavio Bolsonaro para persuadir o presidente Jair Bolsonaro a recuar em um ponto fundamental do Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Devido a um veto do próprio Bolsonaro, os estados que aderirem ao RRF estão proibidos de contratar servidores públicos por três anos. O estado do Rio tem sérios problemas de vacância de quadros em áreas como saúde, educação e segurança e quer evitar essa camisa de força.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.03.21

O Centrão não deixa barato

Artur Lira tem ouvido poucas e boas de parlamentares que se alinharam ao Palácio do Planalto para garantir sua eleição à presidência da Câmara. “Cadê a reforma ministerial?” é a frase que Lira mais escuta pelos corredores do Congresso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.