fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Aprosoja Brasil

30.08.21

Apoio a Bolsonaro causa racha entre produtores de soja

A proximidade com Jair Bolsonaro começa a provocar cisões dentro do agronegócio, um de seus principais grupos de apoio. Segundo o RR apurou, conselheiros e associados de peso da Aprosoja Brasil (Associação Brasileira dos Produtores de Soja) estariam pressionando o presidente da entidade, Antonio Galvan, a se afastar do cargo. Trata-se do mesmo grupo de agricultores que teria arquitetado a nota oficial divulgada recentemente pela Aprosoja, desvinculando a instituição da convocação para atos antidemocráticos.

De acordo com a mesma fonte, um dos artífices do movimento seria o ex-ministro Blairo Maggi. A saída de Galvan da presidência é visto por muitos internamente como um gesto necessário para tirar o STF da soleira da Associação. Procurada pelo RR, a Aprosoja não se pronunciou.

Não é de hoje que o alinhamento de Antonio Galvan com Bolsonaro vem sendo questionado dentro da Aprosoja – ver RR de 6 de julho. Desta vez, no entanto, a questão é mais delicada. Ele foi alvo de uma operação de busca e apreensão por determinação do Supremo. Galvan é investigado por supostamente incitar a realização de atos violentos contra as instituições. Foi em uma casa de Brasília usada pela Associação que o cantor Sergio Reis convocou o agronegócio para manifestações no dia 7 de setembro contra o Senado e o Supremo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.