fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Alibaba

Relacionados

15.09.21

Alibaba avança no Brasil

Segundo o RR apurou, o Alibaba planeja construir três centros de distribuição no Brasil, o que seria o maior investimento já feito pelos chineses no país. Além de São Paulo, as regiões Nordeste e Sul seriam as escolhidas para receber os empreendimentos. A montagem de uma rede própria de logística tem duas motivações principais: reduzir o tempo de entrega de mercadorias e dar suporte à recente entrada de vendedores brasileiros na plataforma.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.05.21

Será que agora vai?

Segundo o RR apurou, executivos chineses têm visitado áreas no interior de São Paulo para a construção de um
complexo logístico. No mercado, o que se diz é que a Alibaba enfim, vai cumprir a promessa de ter um centro de distribuição no Brasil. Melhor esperar

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.01.21

Fincando bandeira

A chinesa Alibaba, gigante do comércio eletrônico, estaria em busca de um terreno em São Paulo para construir seu primeiro centro de distribuição no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.12.20

A perder de vista

Um grupo de chineses está visitando áreas no interior de São Paulo para a construção de um grande centro de distribuição. Os rumores são de que por trás do projeto está o Alibaba, gigante mundial da área de e-commerce.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.08.20

Fintech chinesa

Os chineses têm tradição de demorar uma eternidade para tomar uma decisão. Mas, dessa vez, parece que o Alipay – a plataforma de
pagamentos digitais do gigante do e-commerce Alibaba – vem mesmo para o Brasil. O Alipay soma mais de 1,4 bilhão de usuários, ou seja, é uma China.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.10.19

Alibaba avança sobre o .com da Saraiva

O RR traz em primeiríssima mão o que pode vir a ser a primeira aquisição da chinesa Alibaba no Brasil. O potentado do varejo online estaria em negociações para a compra da plataforma de e-commerce da Saraiva. A operação responde por aproximadamente um terço do faturamento da rede de livrarias, algo como R$ 260 milhões por ano. As tratativas estariam sendo conduzidas diretamente por bancos credores da empresa, os mesmos que conseguiram afastar a família Saraiva da gestão executiva.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.09.19

Ataque especulativo

O varejo brasileiro não é a Amazônia, mas, ao que tudo indica, também se tornou alvo de um bombardeio internacional orquestrado. Nos próximos dias, a chinesa Alibaba deverá divulgar planos detalhados da sua entrada no Brasil. Não por coincidência, o anúncio viria pouco após a Amazon iniciar a venda do serviço Prime no país, que provocou uma devastação das ações das redes varejistas brasileiras na bolsa: Magazine Luiza, B2W, Americanas e ViaVarejo perderam R$ 4,7 bilhões de valor de mercado em um só dia. Quanto mais poderão perder com a simples notícia da entrada em cena do gigante chinês?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.08.19

Alibaba escolhe o Brasil

O Brasil deverá receber o primeiro data center da chinesa Alibaba na América do Sul. Segundo o RR apurou, a gigante do e-commerce mundial trabalha com dois cenários: instalar uma estrutura de armazenamento do zero ou comprar pronto. Nesta segunda hipótese, todos os caminhos apontam na direção do UOL Diveo, braço de iCloud do portal UOL. O Alibaba já é parceiro da empresa. O plano dos asiáticos de ter uma operação de armazenamento de dados anda lado a lado aos preparativos para a entrada efetiva da AliExpress no Brasil. Hoje, a plataforma de varejo do grupo opera país a distância. Há aproximadamente cinco milhões de brasileiros cadastrados no site, que esperam, em média, mais de 60 dias pela entrega de suas encomendas provenientes da Ásia. Não por acaso, a Alibaba é apontada como uma potencial candidata à privatização dos Correios, assim como sua grande concorrente mundial, a Amazon.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.04.19

Balão de ensaio

A decantada parceria entre o Flamengo e o Alibaba para a gestão do Maracanã não passa de uma promessa na nuvem. Até o momento, o clube não apresentou ao governo do Rio garantia de acordo com o gigante do e-commerce.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.03.19

Alibaba a caminho

O Alibaba – potentado do e-commerce mundial com valor de mercado de US$ 500 bilhões – prepara-se para entrar no disputado mercado de adquirência no Brasil. O negócio será conduzido pelo seu braço na área de pagamentos eletrônicos, o Alipay. A operação dos chineses combina a tradicional maquininha de cartão com o pagamento via smartphone.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.