fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
24.10.19

Extinção total

Depois da bandeira Walmart, o Advent também deverá extinguir o uso da marca Sam ́s Club no Brasil. A gestora norte-americana, que comprou a operação dos conterrâneos, quer apagar qualquer vestígio dos herdeiros de Sam Walton no país.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.09.19

Montanha-russa

A suposta negociação com Advent e Carlyle para a venda de parte do Beto Carrero World nunca existiu. Palavra de Alexandre Murad, herdeiro do parque temático, ao RR. E um possível IPO? “Pode ocorrer no futuro, mas não há prazo estabelecido”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.08.19

Roda gigante

Tanto o empresário Junior Dursk, dono da rede Madero, quanto o fundo Advent, que disputam a compra do Beto Carrero World, pretendem manter o executivo Rogério Siqueira no comando do parque temático. Sob a batuta de Siqueira, o complexo tem registrado resultados ascendentes há três anos – o lucro em 2018 foi de R$ 120 milhões. Bem diferente da anêmica gestão de seu antecessor, Adalgiso Telles, que os próprios herdeiros de Beto Carrero fazem questão de esquecer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.08.19

Oferta da CI&T

O Advent já prepara o IPO da CI&T. A oferta deve ocorrer, no mais tardar, no primeiro trimestre de 2020. A gestora norte-americana comprou recentemente a participação dos acionistas fundadores e da BNDESPar na empresa de TI, que fatura cerca de R$ 600 milhões por ano.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.07.19

Advent faz exumação do legado Walmart

O Advent, controlador do Walmart Brasil, determinou a realização de uma auditoria interna na rede varejista. A perquirição tem endereço certo: vasculhar eventuais pagamentos indevidos a autoridades e parceiros comerciais da época em que a empresa era controlada pela matriz do Walmart. O sinal de alerta veio com o recente acordo celebrado entre o grupo norte-americano e a Justiça local para o pagamento de uma multa de US$ 287 milhões. Com o pedágio, o Walmart encerrou investigações sobre a suposta distribuição de propina pelas subsidiárias do Brasil, China, Índia e México. Procurado pelo RR, o Advent não quis se manifestar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.06.19

Advent passa a faca no Walmart

O Advent, que comprou o Walmart no Brasil no ano passado, está cortando na carne com o objetivo de estancar os seguidos prejuízos da operação. Depois de desativar sua plataforma de e-commerce, a rede varejista prepara o fechamento de aproximadamente 25 supermercados e hipermercados. Segundo informações filtradas do próprio Walmart, a desativação dessas lojas será feita ao longo do segundo semestre. São pontos de venda deficitários da própria bandeira Walmart no Sudeste e do Bompreço, no Nordeste. A pressão sobre Luiz Fazzio, escolhido pelo Advent para comandar o Walmart no país, é grande. Até o momento, a gestão do ex-Carrefour não tem conseguido entregar os resultados aguardados pelos norte-americanos. O grupo varejista caminha para fechar mais um ano no vermelho. Em 2018, de acordo com a mesma fonte, o prejuízo foi superior a R$ 300 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.04.19

Tanque cheio

O fundo Advent entrou no páreo para se associar à BR Mania, a rede de lojas de conveniência da BR Distribuidora.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.03.19

Acabou a brincadeira

O Advent vai deixar o capital da Ri Happy, uma das maiores redes de varejo de brinquedo do país. O desembarque se dará por meio do IPO da empresa, previsto para junho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.02.19

M&A em construção

A Leroy Merlin teria aberto conversações com o Advent para a compra da Quero-Quero, rede de lojas de material de construção controlada pela gestora norte-americana. A empresa estaria avaliada em aproximadamente R$ 1,2 bilhão. Nada mau para o Advent, que, em 2010, investiu aproximadamente R$ 200 milhões na aquisição da varejista gaúcha. Com a operação, a Leroy Merlin dispararia na liderança do setor, pulando de um faturamento anual de R$ 5 bilhões para cerca de R$ 6,5 bilhões. Passaria ainda a ter uma forte presença na Região Sul, onde estão as 260 lojas da Quero-Quero. Procurada, a Leroy Merlin disse “não confirmar a informação”. Já o Advent não quis se manifestar sobre o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.01.19

Quero-Quero

O Advent bateu o martelo: o IPO da Quero-Quero, rede de material de construção com mais de 240 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, sai até junho. Os norte-americanos garantem que agora é para valer. A abertura de capital da empresa varejista já foi programada e engavetada duas vezes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.