Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Abengoa Bioenergia

05.02.18
ED. 5801

Etanol em mandarim

Segundo o RR apurou, a chinesa Cofco já teria apresentado uma oferta pelas duas usinas de álcool e açúcar da espanhola Abengoa Bioenergia no interior de São Paulo. Os ibéricos mantêm conversações com outros três grupos do setor, entre os quais a BP. A Abengoa está em recuperação judicial e carrega em seu balanço o bagaço de uma dívida superior a R$ 1 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.12.17
ED. 5769

BP Biocombustíveis à espreita

A BP Biocombustíveis torce para a situação da Abengoa Bioenergia piorar – a empresa está em recuperação judicial, com um passivo superior a R$ 1 bilhão. Puro pragmatismo. Os britânicos vislumbram a oportunidade de ampliar sua operação no Brasil pagando baratinho. A aposta é que os espanhóis terão de se desfazer de suas duas usinas no interior de São Paulo na bacia das almas. A BP já tem três unidades no país e vem ampliando seus investimentos no setor sucroalcooleiro. No mês passado, fechou uma joint venture com a Copersucar para a operação de um terminal de etanol em Paulínia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.17
ED. 5752

Do trilho ao etanol

A argelina Cevital está rondando as usinas de álcool e açúcar da Abengoa Bioenergia, que entrou com pedido de recuperação judicial. Os africanos têm interesses múltiplos no Brasil. Estão investindo US$ 750 milhões na instalação de uma indústria de etanol de milho no Mato Grosso e estudam montar uma fábrica de trilhos no Pará.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.