25.04.16
ED. 5354

Ascensão de Cunha

 Por razões óbvias, o fato não mereceu destaque na grande mídia: em meio ao processo de impeachment, Eduardo Cunha assumiu a presidência da AP-CPLP, associação que reúne os parlamentos dos países de língua portuguesa. Aliás, durante a cerimônia de posse, realizada em Brasília, congressistas ironizavam a “coerência” na linha de comando da entidade. Cunha recebeu o cargo do presidente da Assembleia Nacional Angolana, Fernando Piedade dos Santos, alvo de inúmeras denúncias de corrupção. Há, ao menos, uma diferença: Fernando Piedade é acusado de agir em nome dos interesses do presidente da República, José Eduardo dos Santos, há 37 anos no Poder.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.