18.01.19
ED. 6036

As voltas que os Bolsonaro dão

A título de lembrança: no dia 9 de maio de 2017, Eduardo Bolsonaro declarou em seu Twitter ser a favor do fim do foro privilegiado. Talvez não seja exatamente o pensamento do irmão mais velho. Ao menos neste momento. Ontem, foi justamente em cima do entendimento de que a prerrogativa de foro já se aplica ao senador eleito que a defesa de Flavio Bolsonaro conseguiu suspender as investigações sobre o “caso Queiroz”, com a decisão do ministro Luiz Fux.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.