17.01.18
ED. 5788

Aqui se planta, aqui se colhe

Segundo o RR apurou, a CBF ainda tenta fechar até dois contratos de patrocínio para a Copa do Mundo, mas os tempos andam bicudos. Em 2014, a entidade tinha 14 marcas ao seu lado. Hoje, são 11 contratos de publicidade, na média a valores menores do que há quatro anos. A crise financeira não ajuda; a ficha corrida dos dirigentes da casa, também.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.