A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tem se empenhado para adubar a Embrapa. As gestões junto à área econômica envolvem uma verba suplementar para garantir que a estatal ao menos cumpra o orçamento previsto para este ano, da ordem de R$ 3,5 bilhões. A Embrapa tem sofrido com seguidos cortes orçamentários, o mais recente deles, no ano passado, de 20%.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.