21.12.17
ED. 5771

Abuso de poder

Nova fricção à vista do Legislativo com o Judiciário e o Ministério Público. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, comprometeu-se com os líderes da base aliada a tirar “coercitivamente” da gaveta o projeto de abuso de autoridade e votá-lo logo após o recesso parlamentar, no mais tardar até o fim de fevereiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.