14.08.18
ED. 5931

A Marina “verde” voltou…

Ainda que seja por mero pragmatismo eleitoral, Marina Silva está se reencontrando com suas origens. A candidata se reaproximou de organizações ambientalistas, como WWF e S.O.S. Mata Atlântica. Marina tem mantido assídua interlocução com estas entidades, colhendo sugestões para o seu programa de governo na área ambiental. Estes grupos estavam na base da sua campanha à presidência em 2010, pelo Partido Verde. Quatro anos depois, no entanto, a árvore ressecou. A comunidade ambientalista fez severas críticas a Marina na corrida presidencial de 2014, quando ela se uniu ao PSB e foi acusada de se afastar dos “verdes”.

…Pero no mucho

Apesar da reaproximação com as suas raízes e da aliança com o Partido Verde, Marina Silva quer distância do presidente da sigla, José Luis Penna. Em 2011, ela deixou o PV após uma guerra interna fratricida com o dirigente. Penna a acusava de querer dominar a legenda; Marina dizia que ele agia como um ditador. O tempo passou. Mas as mágoas permanecem.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.