02.06.15
ED. 5133

O esfarelamento do lucro dos Correios

O esfarelamento do lucro dos Correios e a revelação das pedaladas contábeis feitas com o intuito de manter a última linha do balanço no azul estão minando as chances de permanência de Wagner Pinheiro na presidência da estatal. Pinheiro perdeu praticamente toda a sua base de sustentação dentro do próprio PT – até mesmo seu padrinho político, o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, já lavou as mãos. A situação deve piorar ainda mais diante da forte tendência de prejuízo no balanço do primeiro trimestre. Tem problema, não… A ex-ministra Ideli Salvatti já está a  beira do gramado, pronta para entrar no lugar de Pinheiro. Isso, claro, se o papa-cargos PMDB deixar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.