20.02.15
ED. 5064

Advent espeta seus alfinetes na Restoque

Gravata é a especialidade dos estilistas da Advent, de preferência bem apertada no pescoço. Principal acionista da Restoque, a gestora de recursos promete puxar o garrote na companhia, uma espécie de cabideiro societário. Nela estão penduradas cinco grandes grifes, entre as quais a Dudalina, que era controlada pelos diretamente próprios norte-americanos e foi incorporada pelo grupo no fim do ano passado. O figurino anticíclico inclui cortes de produção, fechamento de lojas e uma tesourada nos custos administrativos e operacionais. Um exemplo: com a associação entre e a Restoque e a Dudalina, o Advent calcula que poderá enxugar em até 20% as despesas com estocagem de roupas. O Advent está passando um pente-fino nos números de lojas das cinco grifes controladas pela Restoque. As mais deficitárias serão picotadas. A lupa dos norte-americanos está apontada, sobretudo, na direção da Le Lis Blanc. Com mais de 100 lojas próprias em todo o país, a grife tem apresentado resultados declinantes. No ano passado, a receita líquida por metro quadrado caiu aproximadamente 15%. A situação chegou a tal ponto que a Restoque chegou a colocar a Le Lis Blanc a  venda. A empresa quase foi comprada pela InBrands, mas as negociações ficaram pelo caminho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.