05.01.18
ED. 5780

Transmissão direta

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, tem motivos de sobra para celebrar a venda da participação da Previ na Celesc para a EDP. A tendência é que as duas empresas intensifiquem os investimentos na área de transmissão – ambas entraram juntas no leilão da Aneel em abril e arremataram um dos três maiores lotes. Além disso, a Celesc se viu livre de um sócio sempre bastante crítico à gestão da companhia, como era a Previ. Formalmente, a empresa catarinense diz que ainda não há definição sobre novos investimentos. A EDP, por sua vez, diz não “confirmar as informações”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.