fbpx
03.08.20

Será o começo do fim de Benjamin na Transnordestina?

Os trilhos da Transnordestina e de Benjamin Steinbruch começam a se separar. O ministro Tarcísio Freitas está em tratativas avançadas com a CSN para cindir o contrato original de concessão, criando uma espécie de “Nova Transnordestina”. Os próximos trechos da ferrovia já seriam leiloados à parte, fora do acordo com a siderúrgica.

O RR apurou que a ideia do Ministério da Infraestrutura seria lançar, ainda neste ano, o edital de licitação do trecho entre a cidade de Salgueiro (PE) até o Porto de Suape. O leilão ocorreria no primeiro semestre de 2021. Nesse novo modelo, a CSN ficará responsável apenas pela “Velha Transnordestina”, leia-se o trecho em construção no Ceará, desobrigando-se da responsabilidade sobre as demais etapas.

Isso se a guinada no contrato não se revelar, mais à frente, um approach para a saída definitiva de Benjamin Steinbruch do projeto – como muitos dentro do próprio Ministério da Infraestrutura acreditam. A essa altura, seria mais um favor do que um castigo parA o empresário. No governo ninguém acredita que Benjamin tem punch financeiro e muito menos interesse de seguir à frente da Transnordestina. Somente para a conclusão das obras no Ceará ainda terão de ser investidos cerca de R$ 5 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

O vampiro de Volta Redonda

O Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense rachou: uma parte dos operários demitidos da CSN na pandemia quer levar à Câmara dos Vereadores de Volta Redonda uma monção para que o barão do aço, Benjamin Steinbruch, seja considerado formalmente persona non grata na cidade; uma outra corrente acha que essa iniciativa somente atrapalha as negociações com a siderúrgica. O fato é que a direção da usina não só demitiu os operários como se recusa a pagar o Programa de Participação nos Resultados (PPR), equivalente a um salário mensal do trabalhador, o que, na atual situação, é emergencial. A bronca com Benjamin Steinbruch é tão grande que uma corrente defende colocar em uma praça uma estátua de ferro com o barão caracterizado de vampiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Curado da Covid-19, Jair Bolsonaro deverá desembarcar nesta semana em Mineiros (GO). Aconselhado por assessores, vai participar do lançamento do programa de recuperação ambiental do manancial do Rio Araguaia, maior reserva hidrológica do Cerrado. “Embaixador do meio ambiente”, o general Hamilton Mourão também é esperado no evento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Prescrição médica

Uma das atividades preferidas do “Dr. Bolsonaro” é receitar cloroquina para funcionários do Palácio do Planalto. Só falta sacar uma caixa do medicamento e presentear os colaboradores.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Normalidade

Todo santo dia morrem mais de mil pessoas de Covid-19 no Brasil, o correspondente à queda de dois jatos 747, da Boeing. Virou um fato normal.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Just in time

Nem bem o Congresso aprovou a inclusão do Amapá na área de atuação da Codevasf, o estado de David Alcolumbre já está pleiteando cerca de R$ 100 milhões à estatal em projetos para a área de saneamento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

“Seguro” anti-seguro desemprego

Os representantes das centrais sindicais no Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) acusam o ministro Paulo Guedes e cia. de fazer corpo mole para esvaziar a proposta de pagamento de duas parcelas extras do seguro desemprego aos demitidos sem justa causa na pandemia. O projeto não foi votado na reunião do Conselho na semana passada, porque o Ministério da Economia não encaminhou a tempo seu parecer jurídico sobre a questão. Estima-se que cinco milhões de trabalhadores perderam seu emprego desde março.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Rumo à bolsa sem o chef Huck

O empresário Junior Durski já faz planos de retomar a oferta de ações do Madero em Nova York. A abertura de capital se daria no primeiro trimestre de 2021, quando espera-se que a pandemia tenha cedido e a rede de restaurantes consiga captar com mais facilidade os R$ 3 bilhões estimados inicialmente. Ressalte-se que o Madero perdeu recentemente um de seus atrativos: o valor intangível de ser sócio de um potencial candidato à Presidência da República. No início de julho, Luciano Huck revendeu sua participação no negócio para Junior Durski.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Missão de vida

Frase que resume a conversa na qual o governador Wilson Witzel convidou André Moura a reassumir a Casa Civil do Rio dois meses depois de demiti-lo: “Faça o que precisa ser feito”. Moura é conhecido por dominar os “códigos de acesso” aos gabinetes da Alerj, que vai julgar o impeachment de Witzel.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.20

Menos Força e mais sindical

A cúpula da Força Sindical discute a mudança do nome da entidade. Dos muros para fora, o rebatismo deverá ser justificado pela necessidade de renovação da marca e outras platitudes do gênero. O motivo real, no entanto, seria desvincular a central do deputado “Paulinho da Força”, alvo recentemente da Operação Dark Side, um desdobramento da Lava Jato. O parlamentar é acusado de ter recebido irregularmente cerca de R$ 1,7 milhão para suas campanhas eleitorais de 2010 e 2012.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.