27.12.16
ED. 5525

Meirelles chacoalha no elevador

A orientação de Henrique Meirelles é acelerar a liberalização do comércio exterior. A bola da vez é o mercado de elevadores. A Fazenda estuda reduzir alíquotas e barreiras alfandegárias. Quem aperta o botão para o andar de cima são os fabricantes chineses, candidatos a abocanhar um pedaço das importações do setor, na faixa de 5% do mercado. Quem desce em direção ao fosso é o oligopólio da Atlas Schindler, Otis e Thyssen que domina 90% do comércio geral de elevadores. Se Meirelles não for devagar com o andor, daqui a pouco o “trio do sobe e desce” começa a querer importar também e reduz sua produção local.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.