10.06.16
ED. 5387

Feirão

 O presidente da Monsanto no Brasil, Rodrigo Santos, recebeu a missão de solucionar o que restou da Canavialis, divisão de negócios de cana-de-açúcar desativada no ano passado. A companhia tem três variedades geneticamente modificadas da planta que estão mofando na gaveta. A medida faz parte do plano de recuperação financeira da Monsanto, com cortes de US$ 300 milhões na sua operação mundial.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.