Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
13.04.18
ED. 5846

Risco jurídico trava privatizações na área de saneamento

O programa de privatizações no setor de saneamento é um rio que está passando na vida do BNDES, arrastando para longe um volume potencial de investimentos de mais de R$ 25 bilhões. Embora, formalmente, a área técnica do banco ainda trabalhe na modelagem de venda de nove concessionárias, as negociações com os respectivos governos estaduais estão praticamente paradas. Isso se aplica, inclusive, a empresas que já se encontravam em um estágio mais avançado, como a pernambucana Compesa e a paranaense Cosampa.

O ressecamento da operação se deve, fundamentalmente, à falta de investidores dispostos a enfrentar o risco jurisdicional do setor. Grupos internacionais, a exemplo da espanhola Aegea, da francesa Veolia e da sul-coreana GS Inima recuaram nas conversações com o BNDES e os governos estaduais. O marco regulatório da área de saneamento, que data de 2007, é visto como anacrônico e repleto de cavilosidades que aumentam a insegurança dos grandes grupos internacionais.

A base jurídica é muito frágil, notadamente no que diz respeito à legalidade e à extensão dos contratos de concessão. Um dos casos mais emblemáticos envolve a maior das nove concessionárias do programa, a Cedae. Não há qualquer garantia jurídica, por exemplo, de cumprimento do contrato de 50 anos firmado com o município do Rio de Janeiro. A rigor, de uma hora para a outra, a empresa pode perder o contrato de concessão que responde por mais de 70% das suas receitas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

As balas de festim do empresariado

A coalizão empresarial formada com o objetivo de apoiar a intervenção federal no Rio de Janeiro desandou. A agremiação era liderada pelos presidentes do Instituto Aço Brasil, Marco Polo, e da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Angela Costa, e congregava diversas entidades empresariais do estado. A iniciativa teve momentos inflamados com reuniões marcadas por grande participação numérica. Como de costume, o volume de propostas de ação foi exponencialmente superior à capacidade de realização. O entusiasmo ficou rarefeito quando começou a se falar de dinheiro. Nas últimas semanas, consta que os militares e empresários passaram a tomar
conta dos seus respectivos afazeres, cada um no seu canto. A coalizão tornou-se diluição. Talvez tenha sido melhor assim.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Suspense total

A pesquisa Datafolha do fim de semana trará respostas a algumas questões chave da disputa presidencial:

. O coeficiente eleitoral de Lula após a prisão;

. As intenções de voto de Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Marina Silva;

. O percentual dos votos em Joaquim Barbosa;

. A mudança ou não do viés de baixa de Geraldo Alckmin.

. Os dados estatísticos de Henrique Meirelles, Rodrigo Maia e Michel Temer não são relevantes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Vice

Ciro Gomes também gostaria de ter o presidente da Coteminas, Josué Gomes, como vice da sua chapa. Olha aí uma primeira área de acordo com o PT. Mas também pode ser o contrário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Zuckerberg

A suspeita de que a Vivo vende ilegalmente dados de clientes para fins publicitários abre uma caixinha de Pandora. Trata-se de  um prato cheio para o Ministério Público investigar também o eventual vazamento de mailings e informações de assinantes para campanhas políticas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

European Energy traz uma lufada de dólares para o Brasil

Bons ventos estão trazendo novos investimentos para o setor de energia no Brasil. A dinamarquesa European Energy faz estudos para instalar mais dois parques eólicos no país – um deles possivelmente no Rio Grande do Sul. No total, os investimentos do grupo devem passar de US$ 500 milhões. O valor inclui a construção de três usinas eólicas em Pernambuco (Ouro Branco I, Ouro Branco II e Quatro Ventos), em parceria com investidores brasileiros. Os dinamarqueses estudam também produzir energia solar no país. Devem ter a companhia do conterrâneo Danish Climate Investment Fund.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Um vice bem afortunado

Um dos herdeiros do empreiteiro Cecílio do Rego Almeida, Marcelo Almeida anda praticamente alheio às negociações para a venda da EcoRodovias à italiana Gavio. Almeida só pensa naquilo: eleições. Recém-filiado ao Podemos, o empresário está cotado para disputar uma vaga ao Senado ou mesmo ser o vice na chapa de Álvaro Dias à Presidência da República – curiosamente para quem perdeu a disputa ao Senado em 2014. Em tempo: Almeida tem fôlego de sobra para despejar dinheiro na campanha. Na eleição passada, notabilizou-se por ser um dos candidatos em todo o país com maior patrimônio pessoal declarado ao TSE: cerca de R$ 740 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Operação trator

Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, trabalha pesado na Câmara para que o processo contra o deputado Lucio Vieira Lima ande a passos de quelônio no Conselho de Ética. A ideia é jogar a votação para o segundo semestre, a tempo de esvaziar as denúncias contra o parlamentar e, consequentemente, o pedido de cassação do mandato. Lucio é só o meio. O objetivo real do Planalto é manter seu irmão, Geddel Vieira Lima, sereno, confortado e, sobretudo, em silêncio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Reputação é tudo

Mais até do que da própria M. Dias Branco, partiu do Itaú BBA a voz de comando para a suspensão do lançamento de R$ 600 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) da companhia, formalizada ontem. Tudo o que banco dos Setúbal menos queria neste momento era liderar a emissão de um papel contaminado pela Operação Tira-Teima, da Polícia Federal, que nesta semana realizou busca e apreensão nos escritórios do grupo cearense.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Conselho rejeitado

A partir da última semana de abril, Tasso Jereissati vai carregar Geraldo Alckmin pelo braço em uma série de encontros com empresários nordestinos e visitas a diretórios do PSDB nas capitais da região. Ambos, portanto, fazem ouvidos de mercador ao conselho de FHC, que recomendou a Alckmin “esquecer o Nordeste” e buscar votos no Centro-Oeste.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Streaming esportivo

A Band estuda criar um serviço de streaming para distribuir seu vasto acervo esportivo. Só de gols de Pelé, são mais de 400.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Em nome do filho

Mesmo em prisão domiciliar, Jorge Picciani já se dedica à campanha do filho Rafael Picciani, também deputado estadual. As circunstâncias tornaram a reeleição de Rafael crucial, seja como garantia de que haverá ao menos um Picciani na Alerj a partir de 2019, seja pela manutenção do foro privilegiado do rebento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.18
ED. 5846

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: BNDES, M. Dias Branco e Itaú BBA.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.