Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
04.04.18
ED. 5839

Vitol, Repsol e Total disputam o “leilão” dos postos da Ale

Está aberto o leilão para a venda da Ale, a quarta maior rede de postos do país. Segundo o RR apurou, a trading holandesa Vitol já teria formalizado uma proposta pelas participações do empresário Marcelo Alecrim e do fundo norte-americano Darby Overseas, os principais acionistas da empresa. A cifra gira em torno de R$ 1,8 bilhão. Mas Alecrim e Darby ainda tentam subir esse sarrafo para a casa dos R$ 2 bilhões. Repsol e Total também teriam mantido contatos com a Ale. Consultada, a Repsol nega as negociações. Está feito o registro, mas o RR confia no taco da fonte. A Ale diz “não confirmar as informações” e “ratifica que segue focada em seu plano de crescimento”. Já Total e Vitol não quiseram se pronunciar. Para a Vitol, a compra dos dois mil postos da Ale representaria seu desembarque no Brasil. Já para a Repsol e a Total, poderá significar a volta ao mercado brasileiro de distribuição de combustíveis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Fecomércio vs. Fecomércio

A intervenção na Fecomércio-RJ, protagonizada pelo empresário Luiz Gastão Bittencourt, gerou um tiroteio entre os funcionários da entidade. De um lado, estão os que querem agradar Bittencourt, apostando que sua presença no cargo será bem mais longa; de outro, os “sebastianistas” que se mantêm fiéis a Orlando Diniz, acreditando que ele reassumirá o comando da Fecomércio-RJ – há 20 anos no cargo, Diniz foi afastado da presidência da entidade em fevereiro, após ser preso na Operação Jabuti. A divisão dos grupos criou um ambiente similar ao de campanhas eleitorais agressivas. Já ocorreu até um caso de vaia no ambiente de trabalho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

O modus operandi de Marcelo Odebrecht

Marcelo Odebrecht tem se valido de um “dispositivo de imprensa” para vazar ali e acolá notas desabonadoras contra seu desafeto Newton de Souza, futuro presidente do Conselho de Administração da Odebrecht. Marcelo diz que tem um baú de e-mails, e seus verdugos da imprensa apelidaram a estratégia de “Operação Morte a Conta Gota”. A inspiração parece vir do ideólogo da propaganda nazista, Joseph Goebbels, que considerava a disseminação e a persistência a alma da comunicação. É de Goebbels a expressão “Uma mentira repetida muitas vezes vira uma verdade” – máxima que, na atual conjuntura, poderia ser apropriada por Marcelo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Mercado (mais) Livre

Tem “fintech” nova na praça. O Mercado Livre, um dos gigantes do e-commerce, prepara-se para uma metamorfose, tornando-se uma plataforma financeira digital. Recentemente, a empresa passou a oferecer crédito aos vendedores da sua operação de marketplace. É só o começo: o RR apurou que os novos serviços não fi carão restritos às transações de compra e venda no próprio site.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Temperatura subindo

No Brasil, faz 45 graus à sombra. As autoridades civis estão desidratando. A meteorologia anuncia o risco de uma tempestade. Antes, porém, as temperaturas ficarão ainda mais quentes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Mudança de rota

De “cabo eleitoral” de Henrique Meirelles, Gilberto Kassab passou a trabalhar intensamente nos últimos dias para ser vice na chapa de Geraldo Alckmin.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Hopi Hari tenta ejetar seu controlador

Para os credores do Hopi Hari, amanhã é o dia do “Vai ou racha”. Segundo o RR apurou, o presidente do parque temático, José David Xavier, deverá apresentar na assembleia geral marcada para esta quinta-feira um plano de recuperação judicial que prevê a conversão de até 75% das dívidas em participação acionária – o passivo total é de R$ 400 milhões. Esse é o “vai”. O “racha” seria a diluição da
participação do acionista controlador, José Luiz Abdalla, que cairia de 99% para 20%.

De acordo com informações filtradas de um dos bancos, o plano é visto com bons olhos pelos principais credores do Hopi Hari, entre os quais figura o BNDES. Consultado, o banco informou ainda não ter conhecimento da proposta e que só se manifestará em assembleia. A 24 horas da assembleia geral de credores, Abdalla se articula, busca apoios e ainda tenta, a unhas e dentes, manter o controle do Hopi Hari.

Ele garante que também apresentará um plano na assembleia de amanhã. No entanto, os credores se queixam de que o empresário não mostra suas cartas e não diz de onde viriam os recursos que promete aportar no negócio. O pano de fundo da recuperação judicial é a queda de braço entre o acionista controlador e o próprio management, que se arrasta há meses, com disputas judiciais e acusações de parte a parte. O embate acumula alguns lances pitorescos. Impedido de entrar na companhia, consta que, em cerca ocasião, Abdalla tentou realizar uma assembleia de acionistas dentro de um carro, no estacionamento do parque.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Conversa ao pé do ouvido

O senador Ciro Nogueira (PP-PI), já denunciado na Lava Jato, é um dos grandes vencedores da reforma ministerial. Com a ida do correligionário Gilberto Occhi para o Ministério da Saúde, foi Ciro quem negociou pessoalmente com o presidente Michel Temer a efetivação do vice de Habitação da Caixa Econômica, Nelson Antonio de Souza, no comando do banco. A conversa decisiva se deu na tarde do último dia 28 de março, no Palácio do Planalto. Souza, assim com Ciro, é PP e Piauí na cabeça. No governo Dilma, também por indicação do senador, presidiu o Banco do Nordeste.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Quem quer ser fotografado com Aécio?

O senador Aécio Neves está montando uma agenda de viagens pelo interior de Minas Gerais, em uma avant-première da sua campanha à reeleição. No entanto, tem esbarrado em um problema na definição do roteiro: a recusa de muitos prefeitos do próprio PSDB em aparecer ao seu lado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Livre da Zelotes, Jorge Gerdau tem dito que está à disposição para participar do futuro governo. Quer contribuir para que o país retome a trilha do ldesenvolvimento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Ação em curto-circuito

Os investidores, ao que tudo indica, não estão levando muita fé na privatização das seis distribuidoras de energia penduradas na Eletrobras. Desde o início do mês, quando o governo anunciou a data do leilão(4 de maio), as ações da holding acumulam queda de 18%.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18
ED. 5839

Ponto final

Procuradas, as seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Nutrimental, Unilever e Hopi Hari.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.