Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
23.01.18
ED. 5792

O homem mais poderoso do Palácio do Planalto não se chama Michel Temer

Diz um observador palaciano atento que são nítidos os sintomas de uma admiração profunda do presidente Michel Temer pelo seu ministro-chefe da Secretaria Especial, Moreira Franco. A fonte afirma que Temer chega a sofrer da Síndrome de Stendhal quando se encontra frente a frente ao seu “ministro particular”. A Síndrome toma emprestado o pseudônimo de Henry -Marie Bayle, autor da obra-prima “O Vermelho e o Negro”. O fenômeno psicológico leva ao surgimento de diversos sintomas – emoção seguida de entorpecimento, desorientação têmporo-espacial, sudorese profusa e desrealização – mediante a contemplação de uma obra de arte ou um fato excepcional.

Noves fora as hipérboles e figuras de linguagem, Moreira Franco é o personagem gerador de tamanha deferência. O ministro assumiu uma posição sem par no governo. É o único que defende Temer com um entusiasmo que beira a fúria, quer seja na mídia, contra os adversários, na base aliada e junto aos demais ministros. Moreira Franco é um Leão. Michel Temer despacha com ele em todos os instantes, inclusive em casa em quase todos os finais de semana. O ministro estimula Temer a desdenhar das denúncias da Lava Jato e das reportagens na imprensa. “É tudo perereca do brejo”, diz. Ele se apodera de um velho bordão do seu jurássico passado de esquerdista: “No pasarán”. Moreira assopra no ouvido o que o presidente deve falar, escreve o esqueleto dos seus discursos e participa de todas as discussões ministeriais como se tivesse mais uma insígnia na lapela. Na maioria das vezes é quem dá o voto de minerva quando a bola está quicando entre ministros do porte de Henrique Meirelles e Eliseu Padilha.

Para ser o primeiro-ministro, a Moreira só falta o título. A eminência platinada quer Temer candidato à reeleição neste ano. É o principal entusiasta da ideia. “Já que estamos aqui, vamos seguir juntos”, diz. Encomenda pesquisas próprias, busca pesquisas dos outros, está sempre com dados para fazer a cabeça do presidente em relação à ideia. É uma mistura de Julian Assange, Cardeal Mazarini e Beth Davis. Um ornitorrinco angorá. Sem dúvida o homem mais poderoso do Planalto, bem mais proativo do que Michel Temer, falando por ele, fazendo por ele. Tem uma mão manobrando as verbas de publicidade e a outra, as licitações e todos os contratos da infraestrutura do país. Na circunstância, Moreira somente é ombreado pelo deputado Rodrigo Maia. Mas costuma dizer que sua caneta tem mais tinta do que a do presidente da Câmara dos Deputados.

Temer e Moreira se complementam como raros parceiros. Mas há algo delicado feito uma porcelana, um papel crepom. Quando Temer se depara com seu ministro querubim de cabelos brancos, seus olhos revelam que ali, mais do que um auxiliar, está um amigo dotado de habilidades especiais. E ele parece estar vendo a catedral da Santa Croce, em Firenze. A impressão é de que nunca dois colaboradores do governo se entenderam com tamanha sintonia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

O “vai ou racha” do Estaleiro Atlântico Sul

O RR recebeu a informação de que Camargo Corrêa e Queiroz Galvão teriam retomado conversações para a venda do Estaleiro Atlântico Sul (EAS). As chinesas COOEC e Cosco estariam entre as interessadas no ativo – ambas prestam serviço à Petrobras. Procurada, a Queiroz Galvão nega a venda da sua participação. Já a Camargo Corrêa não quis se manifestar sobre o assunto. As circunstâncias nunca foram tão propícias à venda do estaleiro – dentro do que é possível chamar de “circunstâncias propícias” quando se trata de um empreendimento que carrega R$ 1 bilhão em dívidas e tem como sócios dois grupos criminalizados pela Lava Jato. O EAS experimenta uma rara maré enchente de contratos. Neste momento, está construindo cinco navios Aframax para a Transpetro. Além disso, deverá receber cerca de R$ 400 milhões do Fundo da Marinha Mercante.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

Orient Express

A Transmashholding, uma das maiores operadoras ferroviárias da Rússia, tem interesse em disputar o leilão de concessão da Norte Sul. Entre os acionistas controladores da empresa está o uzbeque Iskander Makhmudov, um dos tantos empresários “eleitos” por Vladimir Putin.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Segundo informações filtradas do Ministério Público Federal, há pontas interligando as Operações Greenfield e Sépsis, que apuram, respectivamente, desvios de recursos nos fundos de pensão e no FI-FGTS. O liason entre as irregularidades tanto na Funcef quanto no fundo administrado pela Caixa Econômica seriam os prisioneiros Eduardo Cunha e Geddel Vieira Lima. Entre as empresas no radar das investigações estaria a OAS. Cabe lembrar que a subsidiária OAS Óleo e Gás recebeu recursos do FI-FGTS e a empreiteira se associou à Funcef na Invepar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

A turma da bola

Há uma articulação orquestrada por Aécio Neves para colocar o senador mineiro Zezé Perrela na presidência da CBF. Fosse em outros tempos, era capaz de Luciano Huck ser chamado para mestre de cerimônias da posse.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

Ajuste fiscal dentro de casa

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, vai dar o “exemplo”. A contratação de funcionários para cargos de comissão está suspensa até segunda ordem. As vagas disponíveis

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

Comboio chinês

As gigantes chinesas Sinopec e CNPC estão costurando um consórcio peso-pesado para a quarta rodada de campos do pré-sal, prevista para junho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

No páreo

O GIC, fundo soberano de Cingapura, também está no páreo para comprar uma fatia do Walmart Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

O dia D

A expectativa na direção do PT é que, em caso de condenação de Lula, o “comandante” José Dirceu faça um pronunciamento amanhã, via mídias sociais, logo após a decisão do TRF4.

Máscaras de Sérgio Moro com orelhas de burro serão distribuídas à militância do PT, em Porto Alegre. A indumentária é forte candidata a ser o hit deste Carnaval.
….

A cúpula da segurança de São Paulo colocou de prontidão toda a tropa de choque da Polícia Militar para amanhã. Quem for à Av. Paulista verá talvez a maior concentração de PMs da história de São Paulo.
….

Se Lula for condenado, o MST e a Frente Brasil Popular RS pretendem manter os acampamentos próximos ao prédio do TRF4, em Porto Alegre, até o fim de semana. O objetivo é esticar a repercussão da vigília, notadamente junto à mídia internacional.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.18
ED. 5792

Ponto final

Procuradas, as seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: OAS, Walmart, GIC, Sinopec e CNPC.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.